Discussão iniciou pelo Extremo-oeste

- Quarta-Feira - 09/05/2012 Economia

img
São Miguel do Oeste A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) iniciou, na quarta-feira (2), em São Miguel do Oeste, a discussão do Orçamento Regionalizado do Estado. Deputados estaduais se reuniram com lideranças e moradores dos municípios de São Miguel do Oeste, Bandeirante, Barra Bonita, Belmonte, Descanso, Guaraciaba e Paraíso para a abertura do ciclo de debates, que passará pelas 36 Secretarias Regionais. O encontro foi no auditório da Unoesc São Miguel e apontou como prioridades da Regional de São Miguel do Oeste, o aeroporto Hélio Wassun – com investimentos na infraestrutura e terminal de passageiros, com o intuito de instalara uma linha aérea regular à Capital estadual; Unidade Prisional Avançada (UPA), que deve atender todo o Extremo-oeste, e já foi apontada em outros anos como prioridade. A UPA chegou a ter um terreno, apontado pelo município, mas depois de uma vistoria de técnicos da Secretaria de Segurança e algumas manifestações de moradores próximos, foi rejeitado. A SDR busca agora novo local para a instalação da unidade, que deve abrigar mais de 170 detentos masculinos e femininos; e por fim, o Hospital Regional do Extremo-oeste, buscando ampliação da unidade, implantação de novas especialidades, bem como a policlínica. Ainda A audiência também prestou contas dos encaminhamentos feitos nos encontros de 2011. Segundo Sérgio Ambrósio, da Coordenadoria do Orçamento Regionalizado da Assembleia, cada uma das três SDRs elegeu 12 prioridades para o Plano Plurianual, sendo que três de Itapiranga e Dionísio Cerqueira e quatro de São Miguel do Oeste já constam no Orçamento Estadual deste ano. Pelo menos uma – reforma e ampliação de escolas em Itapiranga – está em andamento. Essas informações podem ser consultadas no site www.alesc.sc.gov.br. Segundo Guilherme Kraus dos Santos, da Secretaria de Estado da Fazenda, como a maioria das prioridades se refere a obras de infraestrutura, praticamente nenhuma ainda teve sua execução iniciada. “Infraestrutura exige tempo de maturação, com trâmites demorados. Se não estiver em execução não indica que não será iniciada até o fim do ano. Por isso, deve-se priorizar para 2013 obra que eventualmente não tenha sido executada ou iniciada para reafirmar a sua necessidade”, considerou. Prioridades elencadas para a LOA 2013: SDR de São Miguel do Oeste Ampliação do aeroporto de São Miguel do Oeste; Ampliação do Hospital Regional; Construção de Unidade Prisional. SDR de Dionísio Cerqueira: Estruturação dos hospitais para atendimento de alta e média complexidade; Estadualização para manutenção dos trechos São José dos Cedros/Palma Sola/Princesa/Dionísio Cerqueira; Construção do Cedup/SDR – Dionísio Cerqueira. SDR de Itapiranga: Instalação de três equipamentos de vigilância eletrônica nos centros urbanos; Pavimentação do trecho Iporã do Oeste ligando a SC-389 à Linha Esperança; Melhoria e ampliação das redes de água e esgoto.


Mais notícias: Economia

Últimas notícias: