Encontros debatem desenvolvimento da região

Euclides Staub- Quinta-Feira - 14/03/2013 Economia

Fiesc e Unoesc promovem encontro

Na noite de quarta-feira (13) os segmentos da sociedade organizada do Extremo-Oeste participaram do mini seminário promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) e da Universidade do Oeste de SC (UNOESC).

Participaram do evento o vice presidente da FIESC, engenheiro Astor Kist, o vice prefeito Wilson Trevisam, os palestrantes professor Gilberto, o economista Paulo de Tarso Guilhon, professor Sérgio Antônio Miglionini e representantes dos municípios adjacentes.

Astor Kist, anfitrião do mini seminário, em seu pronunciamento disse que serão realizados quatro minisseminários de Desenvolvimento Regional para discutir o futuro do oeste barriga-verde nesse primeiro quadrimestre de 2013, sob organização da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) e da Universidade do Oeste de SC (UNOESC). Nestas reuniões serão levantadas as necessidades da região para o crescimento sustentável sob todos os aspectos: políticos, sociais e econômicos.

Paulo de Tarso em sua palestra defendeu as parcerias do setor privado com o público para alavancar o desenvolvimento. Disse que o BNDS  - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e bancos internacionais poderão viabilizar projetos de grande envergadura. Já o professor Sérgio projetou um futuro não promissor para a região. Disse que a agro indústria está com os dias contados. “A falta de água, logística precária e a falta de matéria prima irão transferir as indústrias alimentícias para a região Centroeste”. Previu.

Já o vice prefeito Vilson Trevisan ressaltou a importância da participação de todos os segmentos da sociedade organizada para criar mecanismos necessários para sensibilizar as autoridades e dar uma demonstração de força no pleito das estruturas necessárias para realizar o tão almejado desenvolvimento.

Por último o professor Gilberto Pinzetta, explicou que os minisseminários obedecerão a programação-padrão da primeira edição que ocorreu em Chapecó, em outubro, tendo como tema central “competitividade e desenvolvimento para a região Oeste. O público-alvo é formado por entidades empresariais, governo, instituições de ensino, agentes de desenvolvimento e empresários.

Uma das conclusões do primeiro Seminário, que ocorreu no ano passado, foi a necessidade de política especial de apoio ao oeste em face de algumas características próprias da região, entre elas, as deficiências infraestruturais, o distanciamento dos grandes centros de consumo e a ininterrupta evasão populacional. Com exceção de polos e micropolos como Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Joaçaba, São Miguel do Oeste, Joaçaba e Pinhalzinho, todos os demais municípios registram ano a ano redução da população.

Mais notícias: Economia

Últimas notícias:

Anúncios

receba o impresso no e-mail em pdf