Coluna do dia 28 de Outubro

- quinta-feira - 29/10/2015 Ageu Vieira


Confirmou

 

A notícia dada em primeira mão neste espaço, de que a Fundação São Camilo estaria deixando o Hospital Regional está se confirmando. Como o restante da imprensa divulgou nos últimos dias, a entidade já se prepara para sair de São Miguel do Oeste. Como vai ficar o Hospital Regional? Qual a solução que as autoridades e o Governo do Estado estão buscando? O certo é que não se pode deixar as coisas acontecerem sem nenhuma atitude, pois a questão é de saúde pública. Logo, essencial.

 

Demissões

 

Alguns profissionais já estão sendo desligado e o corpo clínico, formado por técnicos, enfermeiros e médicos do Hospital Regional. Já foi comunicado que todas as demissões vão ocorrer até o dia 15 de novembro. É certo que muitos serão recontratados, pois não há como tocar um hospital sem corpo clínico. Para alguns, todavia, o final do ano será de preocupações. E tinha gente achando que o final do ano deveria chegar logo, pois pior do que está não podia ficar...

 

Dúvidas

 

As eleições do ano que vem em São Miguel do Oeste estão chegando cercadas mais de dúvidas do que certezas. As mudanças de partido geraram um quadro de indefinições. As decisões judiciais colocaram muita gente fora do páreo. Ex-vereadores, prefeitos e ex-prefeitos, lideranças boas de voto, estão sem condições de disputar as eleições municipais, tanto aqui quanto nos municípios vizinhos. Primeiro é preciso ver quem pode concorrer, para depois discutir alianças e composições.

 

 

 

Chapéu

 

Uma das grandes dúvidas que cercam a eleição é para saber com quem o Partido da República (PR) vai coligar. Na eleição passada o Partido Progressista (PP), o segundo maior da cidade em número de filiados e um dos mais tradicionais, levou um tremendo chapéu por erro de avaliação. Aliou-se ao PR, elegeu dois vereadores e ficou sem nenhum vereador na Câmara. Os eleitos, Idemar Guaresi e José Giovenardi, agora, dependem de alianças para continuar na Câmara. Alguém se habilita?

 

Não rolou

Um importante integrante do PT procurou, nos últimos dias antes do prazo final, a cúpula do PDT para verificar as condições de aceitação de uma mudança de partido. Sondou para saber como seria aceito junto aos brizolistas. Ficaria muito estranho. O líder petista é um dos maiores críticos do governo João Valar. Iria mudar o discurso, agora, para acompanhar os pedetistas? Iria continuar criticando, mesmo na base governista? O certo é que não rolou.

 

Terceira via

Na oposição (será?), o PSDB se reforçou para disputar a eleição majoritária. Trouxe Moacir Fiorini e Cristiane Zanatta com esse propósito. E agora? A proposta será criar uma terceira via? PMDB e PSD de um lado, PP e PT de outro e o PSDB correndo por fora? Nesse caso, seriam necessários mais alguns reforços, alianças mais amplas para buscar musculatura suficiente para a disputa. Tem gente falando que o PSDB estadual estaria disposto a investir um milhão de reais para preparar o partido, já pensando na eleição presidencial de 2018.

 

Tríplice?

Se a ideia dos tucanos é concorrer pela oposição, sem terceira via, há uma dúvida enorme. O PSDB quer se fortalecer para 2018 contra o PT. O PT vai se coligar e ajudar a fortalecer os tucanos em São Miguel do Oeste? E como ficam os progressistas? O ex-prefeito Gilmar Baldissera já tem se colocado como candidato a prefeito. O PT abriria mão da chapa majoritária para viabilizar uma tríplice aliança? PT, PP e PSDB juntos? Como se vê, realmente as dúvidas são muitas.

 

Pérola

Essa ocorreu no debate da Rede Peperi, em Itapiranga. O prefeito Vunibaldo Rech, já falecido, participava do debate quando foi questionado pelo mediador, Marcos Meller, sobre quais seriam as suas propostas para a Educação. Muito nervoso, Vuni, como era mais conhecido, remexeu em suas anotações, olhou para os lados e o relógio foi correndo. Ele não falava nada. Meller repetiu a pergunta. O nervosismo aumentou ainda mais. O ex-prefeito, sem conseguir se achar na papelada, tascou: “essa eu passo!”. Só faltou chamar os universitários.

 



Mais notícias: Ageu Vieira

Últimas notícias: