Enem

- quarta-feira - 05/10/2016 Editorial

O Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar ingressantes nos cursos superiores de faculdades e universidades federais. A prova é aplicada anualmente pelo MEC e composta de 180 questões mais uma redação - aplicada em dois dias de prova, no segundo semestre.

Já estamos no segundo semestre e cada minuto é precioso e deve ser ocupado com o que realmente importa. A esta altura, as prioridades mudaram. O mais importante para o candidato é se concentrar no que aprendeu até agora, repartir rigorosamente seu tempo para não perder chance de estudo e treinar muito para resolver questões dentro dos três minutos previstos para cada uma delas.

A fase de aprender conteúdos novos já passou. O mais importante para os candidatos agora é rever o que sabem e focar nos temas que caem mais no Enem e que valem mais para a faculdade escolhida.

Faça um plano de ação, eleja numa disciplina por dia e defina os temas que irá reforçar. Muitos alunos têm dificuldade de se planejar, mas planejamento é fundamental. Faça um roteiro diário de estudos, determinando o tempo a ser gasto com cada assunto.

A redação tem pelo menos peso 2 para todos os candidatos. Em algumas universidades, ela tem peso 3. Já a matemática é uma espécie de coringa. Os que querem carreiras nas ciências exatas precisam de ótimo desempenho na matéria. Entre os de humanas, ir bem nos números pode fazer a diferença. Não memorize datas e sim períodos e memorize os principais acontecimentos no Brasil e no mundo. E os que sonham com Medicina têm que tirar nota ótima em todas as matérias.

Se o Enem é uma maratona física e intelectual, use a receita dos atletas e treine muito. Mas treinar não é sair fazendo exercícios alucinadamente. É preciso simular as condições da prova, lembrando que o maior inimigo é o tempo – a média consagrada é três minutos por questão. Depois, corrija, veja o que errou e treine mais um pouco. Há vários simulados nos sites dos cursinhos, em cursos on line e até no site do Inep, a instituição que organiza o Enem. Para ganhar ritmo, inclua nos três minutos a marcação do cartão resposta.

Leia jornais e revistas. Uma parte significativa das questões do Enem, inclusive a redação, trata de temas do noticiário. Mantenha-se bem informado, conheça as grandes polêmicas contemporâneas e debata os assuntos com colegas, professores e pessoas mais velhas. Descanse e faça exercícios físicos para chegar na prova com o corpo e a mente preparados. É importante ter ritmo e concentração.

 

Mais notícias: Editorial

Últimas notícias:

Anúncios

receba o impresso no e-mail em pdf