Oncologia no Hospital Regional deve ficar para 2018

- sábado - 25/11/2017 Regional

Anúncio foi feito pelo secretário da Saúde do Estado, em evento no município

img

São Miguel do Oeste

 

O secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, anunciou quinta-feira, 16, que a instalação do Setor de Oncologia no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso ficou para 2018. O anúncio foi feito em um encontro com autoridades da Saúde para discutir a questão da Dengue no município.

Caropreso explicou a situação da implantação do serviço de quimioterapia no Extremo Oeste. “A verba destinada para a região foi tomada pela judicialização. Assim, o recurso foi devolvido ao Ministério da Saúde porque o prazo do contrato encerrou. Nós temos o compromisso do Ministério de alocar o valor novamente e destiná-lo a São Miguel do Oeste, investindo nos equipamentos necessários. Nós temos uma dívida com a região e reconhecemos isso”, afirma Caropreso”, disse.

O local para a instalação da oncologia já foi reformado e está pronto para receber os equipamentos. Conforme o secretário, o custeio dos serviços de quimioterapia deve chegar a R$ 1 milhão por mês e é uma dificuldade no momento para a Secretaria. O repasse mensal ao Hospital Regional também está atrasado e a Secretaria aguarda uma aprovação na Assembleia Legislativa para diminuir a dívida com o Instituto Santé, que hoje passa dos R$ 10 milhões.

 Além de Caropreso, participaram da reunião o prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste, Volmir Giumbelli, o superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Fábio Gaudenzi, a gerente de Zoonoses da Dive/SC, Suzana Zeccer, o diretor do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, Jeferson Gomes, a gerente Regional de Saúde, Paula Corrêa, e o secretário municipal de Saúde, Leonir Caron, entre outros.

Mais notícias: Regional

Últimas notícias:

Anúncios

receba o impresso no e-mail em pdf