Dnit confirma implantação do contorno viário

- sábado - 23/12/2017 Geral

Projeto e execução da obra será licitado juntamente com um dos lotes da BR-163

img

São Miguel do Oeste

 

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Santa Catarina (Dnit), Ronaldo Barbosa, confirmou ao prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, que os trâmites para implantação do contorno viário do município devem iniciar em 2018. A confirmação ocorreu na sexta-feira, 15, em Florianópolis, durante reunião que também contou com a presença do procurador jurídico da prefeitura de São Miguel do Oeste, Nédio de Lima, e do chefe de serviços de engenharia do Dnit/SC, Névio Carvalho. Barbosa informou que o órgão já finalizou um novo levantamento topográfico, que era requisito para os passos seguintes.

Trevisan explica que a licitação para o contorno viário ocorrerá pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC), onde a mesma empresa será responsável pelo projeto e execução das obras. O Edital será lançado juntamente com um dos lotes das obras da BR 163, entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira. A fase atual é de rescisão do contrato com a empresa que era responsável pelos serviços até então. Em seguida, será lançado o novo processo.

O contorno viário deve iniciar pelo bairro Santa Rita, ao lado da BR 282 (Maravilha-São Miguel do Oeste), cortando, logo adiante, a SC 163, e passando pelo interior do município, em comunidades como a linha Emboaba e Fátima, acesso a Bandeirante e BR 282 (São Miguel do Oeste-Paraíso) e chegando, por fim, à BR-163 (São Miguel do Oeste-Guaraciaba). A obra irá contemplar a instalação de uma via completamente nova, de aproximadamente 11 quilômetros, com um projeto ousado, incluindo trevos e viadutos passando sobre as atuais estradas do interior.

FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Outro assunto tratado pelo prefeito e o procurador jurídico no Dnit foi relativo à fiscalização eletrônica da Willy Barth e Waldemar Rangrab. Ronaldo Barbosa autorizou a instalação dos equipamentos. Ficou acertado que o município poderá instalar os semáforos e lombadas eletrônicas e, em contrapartida, será responsável pelos serviços de manutenção destes trechos, como corte de grama nos canteiros centrais da Willy Barth e pequenas operações tapa-buracos. Outras restaurações e intervenções de porte maior, continuarão sob responsabilidade do Dnit.

O objetivo principal do contorno viário é desviar o trânsito de veículos pesados do centro da cidade, aumentando a segurança no trânsito, diminuindo o número de acidentes na Willy Barth e melhorando as condições da avenida. Também incrementaria o movimento econômico de São Miguel do Oeste e ajudaria a desenvolver as localidades do interior por onde passar.

Mais notícias: Geral

Últimas notícias: