Valor global projetado é de R$ 146,8 milhões. Maior destinação é para o Urbanismo, seguido pela Educação e Saúde.

.- . segunda-feira - 01/10/2018 Variedades

img
O prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, encaminhou à Câmara de Vereadores, na última sexta-feira (28), os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Revisão do Plano Plurianual para o Exercício Financeiro de 2019. Este é o segundo ano consecutivo em que as três peças são entregues conjuntamente. PRIORIDADES O valor global do Orçamento projetado para 2019 é de R$ 146,8 milhões, cerca de R$ 22 milhões a mais do que o deste ano. A maior fatia será destinada ao setor de Urbanismo, com R$ 33,7 milhões, onde a intenção é investir em melhorias no trânsito e ligações asfálticas interbairros, entre outras ações. “Queremos captar recursos com a União e o Estado, além de contrair um possível financiamento, para efetuar melhorias na mobilidade urbana do nosso município”, destaca Trevisan. Para a Educação, o Orçamento 2019 prevê R$ 31,6 milhões, cerca de R$ 2 milhões a mais do que este ano. “Queremos ampliar a oferta de vagas na educação infantil e no ensino fundamental, além de oferecer um aperfeiçoamento de qualidade à nossa equipe”, salienta o prefeito. A Saúde deve ficar com R$ 28,5 milhões, o que também representa aproximados R$ 2 milhões a mais do que o valor projetado no orçamento vigente. O objetivo principal é acelerar o equilíbrio entre a oferta e a demanda de serviços nesta área, ampliando os serviços de média e alta complexidade, entre outros. CRESCIMENTO ORDENADO Trevisan explica que o Orçamento foi projetado levando em consideração a atual conjuntura econômica do país, marcada por um quadro de recessão, com crise acentuada e credibilidade abalada. “Entretanto, as projeções dos exercícios subsequentes preveem um crescimento ordenado, compatível com um processo de restabelecimento da economia aos poucos”, salienta. ORÇAMENTO 2019 GABINETE DO PREFEITO – R$ 3.430.020,00 SECRETARIA DE ADMINITRAÇÃO E FINANÇAS – R$ 12.846.612,63 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO – R$ 31.637.417,87 SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – R$ 2.480.000,00 SECRETARIA DE URBANISMO – R$ 33.746.000,00 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO – R$ 1.228.000,00 SECRETARIA DE OBRAS – R$ 7.150.000,00 SECRETARIA DE ESPORTE, CULTURA E TURISMO – R$ 4.592.000,00 SECRETARIA DE GES. DE PES. E TRANSP. – R$ 690.000,00 SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – R$ 8.047.000,00 SECRETARIA DE SAÚDE – R$ 28.324.919,43 SECRETARIA DE AGRICULTURA, PEC. E PISCICULTURA – R$ 1.433.000,00 CÂMARA DE VEREADORES – R$ 5.250.000,00 FUNDO MUN. PARA RECONST. DOS BENS LESADOS – R$ 148.050,00 FUNDO MUN. DOS DIR. DA CRIANÇA E DO ADOLESC. – R$ 190.000,00 ENCARGOS GERAIS – R$ 3.206.980,07 RESERVA DE CONTINGÊNCIA – R$ 2.400.000,00 TOTAL – R$ 146.800.000,00


Mais notícias: Variedades

Últimas notícias: