Últimas EDUCAÇÃO

  • Recital apresenta talentos de Oficina de Piano da Funcultura

    img

    Familiares, amigos, convidados e profissionais que atuam na Fundação Municipal de Cultura (Funcultura) de São Miguel do Oeste acompanharam, na noite de quinta-feira, 26, o último Recital de Piano de 2015. O evento, organizado pela Oficina de Piano da Funcultura, lotou o auditório do Centro Cultural.

    O presidente da fundação, Elias Araújo, recepcionou todos e destacou o brilhante trabalho desempenhado na música pelas professoras Telma Gaspodini e Mayara Marcon. “Agradeço a dedicação das instrutoras e também dos alunos que, hoje, vão apresentar o aprendizado e nos presentear com belíssimas canções”, enfatizou Araújo.   A oficina ofertada gratuitamente pela prefeitura, por meio da Funcultura, atendeu neste ano 32 alunos.

     

     

    O evento, organizado pela Oficina de Piano da Funcultura, lotou o auditório do Centro Cultural

     

    30/11/2015 Leia...

    -

  • Egresso do curso de Educação Física publicará livro de seu TCC em editora alemã

    img

    A obra será publicada em russo, alemão, inglês, espanhol e português

    São Miguel do Oeste /Descanso

     

    O egresso do curso de Educação Física da Unoesc São Miguel do Oeste, Maycon Tibola, terá a sua pesquisa de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) publicada em livro pela editora alemã Novas Edições Acadêmicas. A obra "Atividade física aeróbica: uma proposta pedagógica" será publicada em cinco línguas diferentes: russo, alemão, inglês, espanhol e português. A previsão é que o livro seja publicado no início de 2016 e distribuído em mais de 40 países. A obra tem como coautora a professora da Unoesc Elis Regina Frigeri.

    Desenvolvida em 2009, a pesquisa foi aplicada em uma escola pública do município de Descanso, com alunos do sétimo e oitavo ano do Ensino Fundamental, que tinham idade entre 12 a 14 anos. O objetivo era fazer com que os adolescentes compreendessem os benefícios da atividade física e a importância de executá-la. Maycon explica que, no primeiro momento, foi elaborada uma entrevista semiestruturada para identificar qual o conhecimento que os estudantes tinham sobre a temática a ser trabalhada. A partir dessas respostas, foi elaborado o plano de intervenção com os alunos.

    Segundo a orientadora da pesquisa, professora Elis Regina Frigeri, durante as aulas, trabalhou-se com o cognitivo, o conhecimento, o social e o afetivo dos alunos. A professora explica que a Educação Física não trabalha apenas com o físico, desenvolvendo o motor. "Toda vez que o professor proporciona uma nova vivência na qual o aluno tem que realizar movimentos que desconhece, é trabalhado com o cognitivo, ao pensar no que vai realizar. Além disso, trabalha com o afetivo, pois quando o indivíduo consegue ultrapassar seus limites ele fica bem consigo", explica a professora.

     

     

    Professora Elis Regina Frigeri e o egresso do curso, Maycon Tibola

    30/11/2015 Leia...

    -

  • Educação adquire balcões de Buffet para alimentação escolar

    img

    Ao todo são 11 buffet’s instalados e em funcionamento nas unidades de ensino

    São Miguel do Oeste

     

    A Secretaria de Educação de São Miguel do Oeste decidiu adquirir balcões de buffet para as escolas do Ensino Fundamental da rede municipal. Ao todo são 11 buffet instalados e em funcionamento nas unidades de ensino, totalizando investimentos de R$ 16.705,00.

    Conforme a secretária de Educação, Silvia Kuhn, a iniciativa é de extrema importância, pois a nova forma de servir promove melhor higiene, deixa os alimentos na temperatura ideal para consumo e, acima de tudo, incentiva as crianças a desenvolverem autonomia na escolha do alimento.

    Outro fator, segundo ela, é que essa opção também evita o desperdício, porque os alunos vão escolher aquilo que gostam e a quantidade certa para ingerir, evitando sobras. “É um investimento necessário, viável para as unidades do ensino fundamental. Esperamos que os colaboradores e os alunos contribuam na manutenção e nos cuidados necessários”, enfatizou Silvia.

     

    08/10/2015 Leia...

    -

  • Escolas parceiras participam de projeto da Fiesc


    Guaraciaba

    As escolas básicas municipais São João Batista e Marechal Arthur da Costa e Silva, de São Miguel do Oeste, participam de ação que pretende criar escolas-referência. A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) promoveu, quinta-feira, 24 e sexta-feira, 25, o evento “Work Coffee”. O evento reuniu alunos, professores, gestores educacionais e pais de alunos. As escolas foram selecionadas pela Fiesc para integrar o programa ‘Escola Parceira: Educação que faz sentido’, do Movimento ‘A Indústria pela Educação’.
    Durante o encontro, os participantes debateram sobre quatro eixos: pais, jovens, professores e gestão escolar. Todos participaram da elaboração de um plano de ação colaborativo, com o total de 12 propostas. O objetivo do projeto é contribuir para reduzir a evasão, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), aumentar a conclusão, reduzir o absenteísmo em sala de aula, melhorar o desempenho e tornar o ambiente escolar atrativo para toda a comunidade escolar.
    Segundo a  Coordenadora  do Sesi de Pinhalzinho e São Miguel do Oeste, Cleufa Dessoi Bolis, o trabalho integra as ações do Movimento ‘A Indústria pela Educação’ e teve início com a definição dos 32 jovens embaixadores no começo deste ano. “Este trabalho é de contribuir para que as escolas se tornem modelos a serem replicados e formem cidadãos preparados para o futuro”, afirmou.

    28/09/2015 Leia...

    -

  • Acadêmicos de Psicologia participam de palestra sobre Adoção


    A adoção ainda é um tema pouco debatido e há poucos profissionais especializados nesta área

    São Miguel do Oeste

    Estudantes do curso de Psicologia da Unoesc São Miguel do Oeste participaram, recentemente, da palestra "Adoção: um ato de afeto", no auditório da Universidade. A palestra foi ministrada pela responsável pelo Grupo Afeto, de Pinhalzinho, Cristiana da Luz, e por Fabiano da Luz. Cristiana falou sobre a sua experiência como adotante e sobre a sua participação no projeto "História de Vida", que consiste na construção de um álbum para crianças que estão no abrigo, com o objetivo que as famílias adotantes tenham o registro da história da criança. Durante o evento, Cristiana também explicou o processo de doação e o trabalho desenvolvido pelo Grupo Afeto. 
    Segundo a coordenadora do curso, professora Lisandra Antunes de Oliveira, a adoção ainda é um tema pouco debatido e há poucos profissionais especializados nesta área. Lisandra destaca que há ainda muito preconceito sobre a adoção. "Precisamos trabalhar para que as pessoas repensem o processo de adoção e possam ser extremamente responsáveis quando se dispuserem a adotar. Adotar uma criança não é adquirir uma mercadoria, não permite devolução. Quando temos filhos biológicos, também temos o mesmo processo de adaptação e nem por isso pensamos em devolvê-los", salienta a professora.     Durante a palestra, foram arrecadadas mais de 100 peças de roupas. Os donativos foram entregues ao Abrigo Institucional de São Miguel do Oeste ‘Cantinho Acolhedor’.  

    Ascom/Unoesc
    Palestra reuniu cerca de 150 pessoas no auditório da Unoesc São Miguel do Oeste

    28/09/2015 Leia...

    -

  • Emei ‘Criança Feliz’ promove galinhada no tacho


    São Miguel do Oeste

    A Escola Municipal de Educação Infantil ‘Criança Feliz’, promove um almoço, com uma galinhada no tacho, acompanhada de diversos tipos de saladas, pão e cuca. O almoço será servido a partir das 11h45, tendo como local o Pavilhão Católico.  A diretora do educandário, Márcia Lutz, destaca que o objetivo do evento é oportunizar mais um momento de integração entre a família e a escola, bem como, angariar fundos para proporcionar um melhor atendimento às crianças, adquirindo materiais pedagógicos específicos para a faixa etária e visando também a manutenção da escola.
    A venda de fichas será somente antecipada, as quais poderão ser adquiridas na Cooper A1, Leve Calçados, Top Informática, Farmácia Santa Inês, com os membros da diretoria da APP, Funcionárias e na secretaria da escola. O valor do almoço adulto é de R$ 12,00 e infantil R$ 6,00 (06 a 12 anos). Pede-se para trazer pratos e talheres.

    22/09/2015 Leia...

    -

  • Alunos da Escola Emma Balke conhecem propriedade rural


    São Miguel do Oeste

    Alunos da Escola Municipal Emma Balke visitaram, quinta-feira, 17, a propriedade rural da família Orso, em Santo Expedito, no interior de São Miguel do Oeste. Os estudantes, acompanhados pela coordenadora Neusa Hammes, pelas professoras Neila Lazzarotto e professor Pedro Paulo de Souza, conheceram os aspectos produtivos e ambientais da propriedade, entre eles as técnicas de culturas sustentáveis, como piscicultura, hortifruticultura, produção leiteira, nascente de uma fonte de água e o plantio da cultura de agrião.
    Segundo o proprietário Antônio José Orso, todos os anos alunos de diferentes escolas visitam o local e o que mais chama a atenção dos estudantes é a curiosidade do dia-a-dia na agricultura familiar. “O trato dos animais, o cultivo, a colheita, o açude, a ordenha das vacas e a irrigação despertam a curiosidade dos visitantes”, explica. Para o trabalho na propriedade, Orso conta com a esposa Edi Marina, o genro Jorge Orso, a filha Edinara e a neta Larissa.
    Neste ano, a novidade foi a construção e a proteção de uma fonte de água potável e o plantio do agrião próximo à fonte. A professora Neila aproveitou a oportunidade para explicar na prática para os alunos os conhecimentos teóricos de Geologia adquiridos em sala de aula.

    Euclides Staub
    Antônio Orso e família explicaram às crianças todo o funcionamento da propriedade


     

     

    22/09/2015 Leia...

    -

  • Vestibular de Verão 2016 está com inscrições abertas


    A prova será composta por uma redação e 63 questões objetivas, e poderá ser realizada em um dos 25 municípios relacionados no requerimento de inscrição

    São Miguel do Oeste

    Estão abertas até 15 de outubro as inscrições para o Vestibular de Verão da Unoesc. São mais de três mil vagas para 30 cursos de graduação, em diferentes turnos, distribuídas em nove municípios. O valor da taxa de inscrição é R$ 90,00. A prova, com duração de cinco horas, será realizada no domingo, dia 8 de novembro, das 13h15 às 18h15.
    A inscrição deverá ser feita exclusivamente pela internet. Basta acessar o site do Vestibular Unoesc. É possível conferir também o edital na íntegra, o quadro de vagas, a relação das obras literárias exigidas no vestibular, além de informações sobre todos os cursos da Unoesc e bolsas de estudos.
    O Vestibular de Verão da Unoesc faz parte do Sistema Acafe. A prova será composta por uma redação e 63 questões objetivas, e poderá ser realizada em um dos 25 municípios relacionados no requerimento de inscrição. As questões da prova e os gabaritos preliminares serão divulgados no dia 9 de novembro, pela internet, e os resultados finais até 8 de dezembro. Em caso de dúvidas, os candidatos podem entrar em contato pelo e-mail vestibular@unoesc.edu.br ou pelas redes sociais Facebook e Twitter e também pelo skype: vestibular.unoesc

    SELETIVO ESPECIAL
    A Unoesc também está com inscrições abertas para o Seletivo Especial. É a forma de ingresso na universidade em que não há realização de provas. A seleção dos candidatos é feita pela média aritmética do histórico escolar do ensino médio. São vagas destinadas para 12 cursos de graduação, sendo dois à distância: Informática – Licenciatura e Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais. As inscrições ocorrem até o dia 3 de dezembro, pela internet. No site está disponível o edital que lista os documentos necessários para a inscrição e os locais onde devem ser entregues. A taxa do Seletivo Especial é a mesma do ano passado, R$ 20,00.

     

    22/09/2015 Leia...

    -

  • Governo do Estado abre inscrições para professores ACT’s


    Itapiranga

    A Secretaria de Estado da Educação abriu inscrições para o processo seletivo de Professores Admitidos em Caráter Temporário (ACT’s), para atuação nas escolas da rede estadual durante o ano letivo de 2016. As inscrições estão abertas desde terça-feira, 08, e deverão ser feitas exclusivamente pela internet no site http://www.acafe.org.br até dia 7 de outubro de 2015.
    Conforme a Gerente Regional de Educação, Marina Bianchi (foto), na Gered Itapiranga os professores interessados podem se inscrever na educação básica, nos níveis de ensino Fundamental e Ensino Médio e nas modalidades de Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial e Casa Familiar Rural.
    A diretoria de Gestão de Pessoas (DIGP) informa que o cronograma inicia este mês, com a entrega de documentos para a prova de títulos. “A prova objetiva acontecerá dia 29 de novembro de 2015 e a divulgação do resultado final será dia 15 de janeiro de 2016. Os professores podem se inscrever em uma ou duas áreas, e para uma ou duas disciplinas, dependendo da habilitação”, explica o assessor da Diretoria de Gestão de Pessoas da SED, Rossano Scandolara.

     

    14/09/2015 Leia...

    -

  • Curso de Farmácia promoverá coleta de medicamentos vencidos no sábado


    São Miguel do Oeste

    O Curso de Farmácia da Unoesc São Miguel do Oeste promoverá, na manhã de sábado, 19, a campanha de coleta de medicamentos vencidos. Os pontos de coleta estarão distribuídos nos supermercados Vipi, Ítalo, Alfa e Treviso. Segundo o coordenador do curso, professor Everton Boff, neste dia a população receberá orientações sobre o descarte correto e poderá aferir a pressão arterial. 
    Boff alerta que o descarte incorreto pode acarretar sérios prejuízos ao meio ambiente. Quando o descarte é feito no lixo comum, as substâncias químicas contidas nos medicamentos chegam aos rios e córregos, contaminando a água e o solo. "Outro cuidado que a população deve ter é não armazenar em suas residências os medicamentos vencidos, pois o armazenamento pode provocar incidentes com crianças e idosos", afirma o professor. 
    A ação envolverá os estudantes da segunda, quarta, sexta e oitava fase do curso de Farmácia da Unoesc. Durante a campanha, não serão recolhidos medicamentos controlados, por questões sanitárias.

    Ascom/Unoesc
    Os pontos de coleta estarão distribuídos nos supermercados Vipi, Ítalo, Alfa e Trevis


     

     

    14/09/2015 Leia...

    -

  • Casulos Literários foi atração para as crianças que estiveram na praça central


    Os Casulos estão instalados em quatro pontos da Praça e encantaram o público com a contação de histórias e atividades que visam incentivar a leitura para os mais diversos públicos que frequentam o local

    São Miguel do Oeste

    A prefeitura de São Miguel do Oeste, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Funcultura)  e da Secretaria de Educação, realizou na tarde de domingo, 13, durante atividades do Palco Aberto, o lançamento dos Casulos Literários, na Praça Walnir Bottaro Daniel. Os Casulos estão instalados em quatro pontos da Praça e encantaram o público com a contação de histórias e atividades que visam incentivar a leitura para os mais diversos públicos que frequentam o local.
    Uma equipe da Secretaria de Educação, incluindo educadores e gerentes, acompanhou os trabalhos nos Casulos Literários, que foram conduzidos por professores caracterizados de personagens da literatura infantil e palhaços que animaram a criançada por onde passavam. 
    Conforme o presidente da Funcultura, Elias Araújo, o projeto quer despertar as pessoas para a leitura em qualquer espaço, especialmente em locais públicos como a praça. “Tivemos uma tarde diferente com atrações musicais, contação de histórias e poemas, para que nossos pequenos se sintam motivados a buscar o hábito pela leitura”, afirmou. Elias ressalta que os Casulos foram confeccionados com materiais resistentes, com espaço protegido para as obras de autores do município e outros, e contam ainda com cadeiras para acomodação e conforto dos leitores.

    Ascom/P-SMO

    Os Casulos Literários foram conduzidos por professores caracterizados de personagens da literatura infantil e palhaços que animaram a criançada por onde passavam

     

    14/09/2015 Leia...

    -

  • Intercâmbios incrementam o currículo e preparam melhor para a vida


    Gabriela Griebler Gusmão passou um ano nos Estados Unidos e descreve a experiência como única para o desenvolvimento dos estudos e aprimoramento pessoal

    Edson Fuhrmann

    São Miguel do Oeste

    Cada vez mais, jovens universitários brasileiros estão descobrindo as vantagens de aprimoramento nos estudos, ampliação do currículo e experiência cultural por intermédio dos intercâmbios no exterior. Milhares se aventuram em períodos de um ano ou mais em renomadas universidades, especialmente Estados Unidos e Europa, enfrentando costumes e culturas diferentes, além da distância da família e amigos. O intercâmbio é totalmente custeado pelo Programa Ciência sem Fronteira, do governo federal, mas ser selecionado não é fácil. 
    Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. 
    Gabriela Griebler Gusmão, 21 anos, de São Miguel do Oeste, foi uma das selecionadas, viajou para os Estados Unidos em 21 de julho do ano passado e retornou ao Brasil em agosto deste ano. Ela é acadêmica de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Rio Grande (Furg), de Rio Grande (RS), onde conseguiu entrar pelos critérios do Enem. Gabriela estudou desde o maternal no Colégio Jesus Maria José. 
    Quando chegou à Universidade, viu no sistema de intercâmbio a oportunidade de realizar o sonho de conhecer os Estados Unidos. Um colega, que já havia feito intercâmbio na Austrália, lhe apontou os caminhões. “Ao voltar, ele me contou da experiência que havia passado e me despertou o interesse. Como eu já havia feito curso de inglês na Wizard e sempre tive o sonho de ir para os Estados Unidos, vi uma oportunidade de viajar e ainda melhorar minha carreira acadêmica e meu inglês”, diz a jovem. Ela foi para a University Of Arizona, na cidade de Tucson, no Estado do Arizona.

    ADAPTAÇÃO
    Apesar de ser um país distante com modo de vida e cultura muito diferentes, Gabriela diz que a adaptação foi rápida. “Assim que eu e soube para qual universidade iria, entrei num grupo do Facebook e outras pessoas que também iam para o mesmo lugar combinaram de seguir juntos, no mesmo voo. Eram pessoas que estavam na mesma situação e aí todos se ajudaram. Com isso, a adaptação foi muito rápida, pois logo fiz muitos amigos que se tornaram minha família, passando por todos os momentos bons e ruins”, conta.
    Sobre o modo de vida americano, especialmente dos jovens, Gabriela diz que é muito diferente do Brasil. O que chamou a atenção é que lá jovens com 16 anos já pode tirar carteira de motorista e todos têm carro, porque é muito barato. Apesar disso, salienta, as leis são mais rígidas.  “Eles só podem beber aos 21 anos e os bares e festas são muito restritos. Não deixam você entrar sendo menor de idade e se for pego bebendo, sendo menor, pode ir preso. Uma realidade bem diferente da nossa”, observa.

    “AI SE EU TE PEGO”
    Segundo Gabriela, o Brasil é pouco difundido, pelo menos naquela região dos Estados Unidos. “Eles lembram apenas do Rio de Janeiro quando se fala do Brasil, especialmente por causa da Copa do Mundo de 2014. Uma vez peguei um taxi e o motorista, ao saber que era brasileira, disse que era apaixonado pelo futebol e seu sonho era conhecer um estádio no Rio de Janeiro”, lembra.  
    O interessante é quanto à música brasileira. De acordo com Gabriela, eles não conhecem nada sobre isso. “Apenas uma vez uma menina americana começou a cantar pra mim a música ‘Ai se eu te pego’, do Michel Teló. E cantou em português”, diz. Segundo Gabriela, os americanos são muito patriotas e valorizam apenas as coisas dos Estados Unidos, não se importando com outras culturas. 

    PRECONCEITO RACIAL
    Gabriela também destaca a questão do preconceito racial nos Estados Unidos. Segundo ela, os grupos étnicos são bem separados e dificilmente se vê um branco andando com um negro. Quanto aos estrangeiros, especialmente latinos, ela diz que é muito difícil se encaixar na sociedade. “Como estrangeira eles nunca me trataram mal, mas sempre tive dificuldades em me enturmar. É diferente do Brasil, onde aceitamos estrangeiros de todas as raças de braços abertos”, pontua.
    Outra diferença apontada por Gabriela é a questão política do país. Segundo ela, ao contrário daqui, eles gostam dos seus políticos. “Lá é basicamente dividido em dois partidos, mas os jovens com quem mantive contato não se importavam ainda com política ou não havia escolhido um partido de preferência. Mas não é como no Brasil. Lá os políticos são respeitados”, diz. 
    Gabriela analisa seu período nos Estados Unidos como uma experiência única, tanto pelo aspecto dos estudos como no desenvolvimento pessoal. “Eu aprendi a me virar, a correr atrás, a ser independente, a conseguir ficar longe dos pais e alcançar metas. Vi muita gente indo morar longe dos pais pela primeira vez e se transformar em outra pessoa ao final do intercâmbio, em alguém preparado pra vida”, finaliza.  

    Gabriela aproveitou o intercâmbio também para conhecer as atrações turísticas dos Estados Unidos, como o Grand Canyon



    Apesar da distância e ausência da família, as novas amizades compensam as dificuldades



     

    14/09/2015 Leia...

    -

  • Parceira da Unoesc oferece milhares de vagas on-line


    São Miguel do Oeste

    A Universia, em parceria com a com o portal Trabalhando.com, oferece pela 7ª vez, a Feira Virtual de Programas de Estágios e Trainees. A iniciativa, 100% on-line está disponível para acesso pelo computador, tablet ou smartphone. O objetivo é promover a empregabilidade dos jovens e fortalecer ainda mais o relacionamento com as instituições de ensino parceiras.
    A feira ocorre até o dia 14 de setembro. Diversas são as oportunidades de estágio e programas de trainees, que ficam no ar 24 horas por dia. Para participar, o estudante deve cadastrar o seu currículo, visitar os estantes com as vagas disponíveis e se candidatar nas desejadas. O cadastro é gratuito.
    Para esta edição, a novidade são as vagas internacionais, onde são oferecidas inúmeras ofertas de trabalho em países como Chile, México, Argentina, Colômbia, Peru, Espanha, Portugal, entre outros. Luís Cabañas, diretor-geral da Universia Brasil, a feira atende uma das missões da Universia, que é apoiar a empregabilidade do jovem universitário. Por meio dela, são oferecidas oportunidades em todo o Brasil, com a velocidade e a praticidade que os ambientes digitais oferecem. 

     

    08/09/2015 Leia...

    -

  • Gered oferece curso visando aperfeiçoar professores no processo em alfabetização


    Itapiranga

     

    Gerência de Educação da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Itapiranga realiza primeiro encontro com professores cursistas do Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Os 12 educadores inscritos recebem bolsa de estudos mensal no valor de R$ 200,00 do governo federal com o propósito de custear despesas de deslocamento. 
    O mesmo é destinado para professores do 1º ao 5º ano do ensino fundamental da rede estadual de ensino da 31ª SDR e os interessados em participar desta etapa ainda podem entrar em contato com a Gered Itapiranga. O curso de 100 horas é presencial, semanal e os encontros vão até o final de novembro.
    O primeiro encontro serviu para repassar as instruções iniciais sobre o funcionamento do curso de capacitação. Além dos cursistas, teve participação da Gerente de Educação, Marina Bianchi, do Coordenador do PNAIC, Inácio Rohden e da professora orientadora dos estudos, Denize Ferrari.
    Conforme o coordenador do Pnaic pela Gered Itapiranga, Inácio Rohden, nesse ano a capacitação vai focar em conteúdos interdisciplinares. Informa que, a professora orientadora dos estudos recebe treinamento específico para trabalhar os conteúdos com os professores participantes.
    De acordo com a gerente regional de educação, Marina Bianchi, as ações propostas pelo pacto são extremamente importantes para garantir uma efetiva alfabetização até os oito anos de idade. Segundo a gerente, no curso são utilizados materiais didáticos como obras literárias, obras de apoio pedagógico, jogos e tecnologias educacionais.

     

    08/09/2015 Leia...

    -

  • Estudantes da Rede Municipal visitam os setores públicos


    Belmonte

    Com o objetivo de estudar a história política do município de Belmonte, as professoras Justina Vivian, Maria Elisabete Sigolin e Fabiane Tibola elaboraram um roteiro de visitas aos setores públicos do município. Na última semana, o prefeito, Genésio Bressiani, recebeu os estudantes da Rede Municipal de Ensino no gabinete, respondeu as preguntas e curiosidades e esclareceu as funções de cada Secretaria. As crianças estavam fascinadas e curiosas para ver, na prática, o funcionamento de tudo o que foi estudado em sala de aula.
    Conforme o prefeito, os alunos conheceram um pouco da história do município, ex-prefeitos e a função de cada setor dentro da Administração. “É importante que as crianças aprendam de onde saem as decisões essenciais para a organização e o crescimento do município, como os recursos são adquiridos e onde são investidos. Estamos sempre abertos e dispostos para receber estes tipos de visitas, pois tínhamos diante de nós o futuro do executivo municipal”, enfatiza Bressiani.

    Prefeito Genésio Bressiani recebeu os alunos em seu gabinete.

     

     

    08/09/2015 Leia...

    -

  • Município começa sua própria caminhada dentro do Pnaic

    img

    O curso é presencial e qualifica professores das redes públicas da Educação Básica que lecionam em turmas do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, com duração de 120 horas por ano

    Santa Helena

    O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) tem como objetivo  a alfabetização de todas as crianças até o 3º ano do Ensino Fundamental e é uma parceria que envolve o Ministério da Educação (MEC), as universidades públicas, as redes municipais e estaduais de ensino e os professores alfabetizadores. O município de Santa Helena participou da primeira e da segunda etapa da capacitação em Língua Portuguesa e Matemática nos municípios de  Itapiranga e de Tunápolis. Este ano, a Secretaria Municipal de Educação concretizou a adesão ao Pacto, iniciando sua própria caminhada dentro desta perspectiva.
    O curso é presencial e qualifica professores das redes públicas da Educação Básica que lecionam em turmas do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, com duração de 120 horas por ano. A metodologia propõe estudos e atividades teóricas e práticas e os encontros são conduzidos por orientadores de estudos, que são professores das redes públicas a que os alfabetizadores estão vinculados.
     Sob a coordenação da professora Clarice Manfroi e orientação da professora formadora Rosa Maria Lazarotto Foletto, os trabalhos do pacto iniciaram ainda no mês anterior, dia 20 de agosto, mais especificamente onde a Secretaria oferece a capacitação para todo o corpo docente do município. O encontro inicial do Pnaic foi ministrado pela professora Carmen Ângela Lazarotto e da orientadora Rosa Maria Lazarotto Foletto, que realizaram uma retomada de conceitos dentro da proposta do Pacto, bem como uma breve revisão dos temas vistos nos anos anteriores.
     Após orientações na formação em Fraiburgo, a professora Rosa realizou, no dia 1º de setembro, terça-feira, o primeiro encontro com os professores abordando o tema desta terceira etapa, que será nas áreas de arte, ciências da natureza e as ciências humanas, o qual  é apresentado de forma integrada, com o objetivo de promover a educação integral das crianças. 
    O grupo é formado por 21 participantes entre coordenador, orientador, professores alfabetizadores e de outras áreas e séries/ano. De acordo com a professora Rosa, este trabalho é importante, pois envolve os professores da escola para uma causa comum, ou seja, trabalhar conjuntamente para que todas as crianças possam aprender a ler e a escrever apropriadamente, em cada ciclo da escolaridade.

     

    08/09/2015 Leia...

    -

  • Divulgada lista de contemplados com bolsas do Uniedu


    Região
    A Secretaria de Estado da Educação (SED) divulgou a lista de contemplados com bolsas de estudo nos cursos de especialização Gestão Escolar e Desenvolvimento Regional Sustentável. O Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu), disponibilizou 75 bolsas distribuídas na Unoesc Campos Novos, São Miguel do Oeste e Videira. Em São Miguel do Oeste, foram disponibilizadas 25 bolsas para o curso de especialização em Desenvolvimento Regional Sustentável. A lista com os selecionados está disponível no site.

    01/09/2015 Leia...

    -

  • Alunos da Casa Familiar Rural realizam projeto em parceria

    img

    São José do Cedro
    Foi realizada na manhã de quarta-feira, dia 26, na Casa Familiar Rural de São José do Cedro, a entrega de recursos que foram viabilizados através de um projeto em parceria com o Programa Novos Rurais, promovido pelo Instituto Souza Cruz. Como explica o diretor da Casa, Douglas Patel, seis alunos do 3º ano do Ensino Médio participam do projeto. O Instituto Souza Cruz viabilizou um recurso de R$ 15 mil, que foi dividido entre os estudantes e com esse dinheiro os mesmos devem desenvolver um projeto de agricultura na propriedade de sua família. Durante a entrega, estavam presentes os pais dos alunos, professores e o diretor de Agricultura, André Talheimer.
    Esta é a terceira edição do projeto Novos Rurais na Casa Familiar Rural. Os alunos tem o prazo até o dia 6 de outubro para comprarem os materiais que serão utilizados para implantar o projeto. Em seguida, o Instituto fará uma fiscalização nas propriedades. O diretor da Casa, Douglas Patel, destacou que esse projeto é fruto da parceria com o Instituto Souza Cruz, o que é de grande importância para o aprendizado dos alunos. 
    Os alunos que participam do projeto são Ílio da Silva, morador do Distrito de Jorge Lacerda, Dionísio Cerqueira, Clarilaine Aparecida Teixeira, da linha Imperatriz, São José do Cedro, Leandro Tosetto, da linha Santo Antônio, São José do Cedro, Romoaldo Nottar, do Distrito de Jorge Lacerda, Dionísio Cerqueira, Renan Rodrigo Conte, da comunidade de Santa Terezinha, São José do Cedro, e Alessando Wenzel Chaves, morador de Vista Alegre, Princesa.

    Foto: Ascom/P-Cedro
    Legenda: Projeto foi apresentado aos alunos na manhã de quarta-feira

     

     

    01/09/2015 Leia...

    -

  • Edital para a compra de alimentos da agricultura familiar para escolas é prorrogado


    Estado
    A Secretaria da Educação de Santa Catarina prorrogou o prazo para abertura do edital para a compra de quatro toneladas de produtos de agricultura familiar. As cooperativas interessadas podem entregar os documentos até às 13h30 do dia 22 de setembro, na Secretaria da Educação, no Centro de Florianópolis.
    A prorrogação foi necessária para adequar o edital da chamada pública da agricultura familiar, tendo em vista uma série de sugestões dadas por representantes da agricultura familiar no Estado e do próprio Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que coordena o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). A Secretaria da Educação vai ampliar em quatro toneladas a aquisição de alimentos da agricultura familiar para repassar a mais escolas, centros e núcleos de Educação com gestão não terceirizada da alimentação escolar.
    O diretor de Apoio ao Estudante, Osmar Matiola, afirma que a ampliação da compra de produtos da agricultura familiar irá enriquecer a alimentação escolar dos alunos catarinenses. "As cooperativas de agricultores familiares que já fornecem alimentos menos perecíveis agora estão sendo chamadas a apresentar propostas de hortifrutis, carnes, legumes e outros produtos que esperamos sejam entregues nas escolas com a mesma qualidade dos produtos oferecidos até o momento", conta Matiola. 

    26/08/2015 Leia...

    -

  • Ceja inicia aulas para três turmas na cidade e no interior

    img

    Para o ensino fundamental e médio, as aulas acontecerão na escola Estadual Everardo Backeuser. Também haverá aulas no interior do município, na Linha Vorá, para o ensino fundamental

    Descanso

     

    Numa parceria entre a Secretaria Municipal da Educação de Descanso e o Centro de Educação para Jovens e Adultos (Ceja), o município passou a contar desde segunda-feira, 10, com mais três turmas de alunos. De acordo com a secretária da Educação, Jacinta Mayer Oro, a educação de jovens e adultos é dirigida para os estudantes que completaram não completaram o ensino fundamental ou médio na rede escolar pública. 

    Em Descanso, a Secretaria tem oportunizado turmas todos os anos e realizado o sonho de muitas pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar e complementar seus estudos. Para o ensino fundamental e médio, as aulas acontecerão na escola Estadual Everardo Backeuser. Também haverá aulas no interior do município, na Linha Vorá, para o ensino fundamental.

    Para o prefeito Hélio Daltoé, o governo municipal além de cumprir com a proposta do plano de governo, oportuniza e incentiva aqueles que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos e que agora podem dar mais esse importante passo em suas vidas. Pelo cronograma, as aulas em linha Vorá serão nas segundas e quintas-feiras. Na cidade haverá aulas nas segundas, quintas e sextas para o ensino médio e terças e quartas para o ensino fundamental. As aulas já iniciaram segunda-feira.

    12/08/2015 Leia...

    -

receba o impresso no e-mail em pdf