Últimas VARIEDADES

  • Realizado o 1º Seminário Regional de Atendimento da Saúde Mental

    img

    TUNAPÓLIS

    Com o objetivo de promover a troca de conhecimentos e experiências os profissionais da saúde da região, a Unidade de Saúde Mental da Associação Hospitalar de Tunápolis, juntamente com a Secretaria da Saúde, realizaram o 1º Seminário Regional de Atendimento da Saúde Mental.

    O evento aconteceu na última quinta-feira, dia 11, com a presença de mais 100 profissionais da saúde da região Ameosc e Amerios. Participaram da abertura oficial o Prefeito de Tunápolis, Renato Paulata, o Prefeito de Santa Helena, Luiz Gluitz, o Gerente Regional da Saúde de São Miguel do Oeste, Miguel Aloísio Schneider, os Secretários da Saúde dos dois municípios atendidos pelo Hospital, Clarice Staub, de Tunápolis, e Sérgio Buche, de Santa Helena, o Presidente da Câmara de Vereadores, Donato Lauschner, o Sargento do destacamento de Polícia Militar, Elton Wirth, e o usuário do sistema, Dyego Kritzmann.

    No uso da palavra, o Prefeito, Renato Paulata, mencionou a importância de Tunápolis ser pioneiro na região em promover um Seminário voltado ao tema da saúde mental. “Pelo processo histórico sabemos que ter saúde é não ter doenças. Mas com o atual cenário, onde estamos expostos a tantos fatores externos e internos que podem colocar-nos em risco, só é possível ter saúde quando há um completo bem-estar físico, mental e social”, enfatizou Paulata.

    Além do envolvimento e da dedicação dos funcionários do Hospital e da Secretaria da Saúde, o evento contou com o apoio e patrocínio do Dr. Tiago, da Clínica Santa Maria, do Laboratório HCL, da Prefeitura de Tunápolis e da Gráfica Stein.

    A troca de experiências iniciou com o relato dos profissionais dos Hospitais de Palmitos, Mondaí e Tunápolis, que apresentaram as ações desenvolvidas com os internados, as abordagens do atendimento e desmistificaram o preconceito que a sociedade tem em relação à saúde mental.

    A Coordenadora Regional da Saúde Mental e da Atenção Básica, Sirlei Cetolin, falou do papel fundamental da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e a prática da contra referência, que é uma ferramenta eficaz para a resolução dos casos mais complexos. O Auxiliar Médico Legal do IML do Extremo Oeste, Abel Petter, voltou o olhar aos familiares e profissionais que lidam e acolhem as pessoas em crise psíquica, com a palestra “Quem cuida do cuidador?”.

    A manhã encerrou com debates e contribuições sobre os temas abordados e, em seguida, os presentes confraternizaram com almoço. À tarde, os profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Mondaí, Palmitos e São Miguel do Oeste falaram sobre as abordagens e o atendimento dos pacientes da saúde mental.

    Na sequência, a Consultora de Gestão em Saúde Pública da Secretaria da Saúde, Lisiane Rukhaber, falou sobre a Política Nacional de Regulação do Sistema Único de Saúde. E a Psicóloga e mentora do evento, Elise Gretzler Trenhago, agregou as discussões sobre a importância da participação de mais profissionais da região no Colegiado de Apoiadores da Rede de Atenção Piscossocial. O evento encerrou com uma roda de conversa sobre os assuntos apresentados durante o dia e a entrega dos certificados.

     

    16/10/2018 Leia...

    -

  • PIQUENIQUE 2018 - CAMPING MAZIERO

    img

    A semana da criança foi marcada por várias atividades na rede municipal de ensino de Belmonte.Na terça dia 09, foi o dia do piquenique com direito a pintura facial, pescaria, caminhada ecológica, brincadeiras ao ar livre, escalada, almoço e algodão doce

    Em comemoração ao dia das crianças e do professor a diretoria da APP juntamente com a direção das escolas da rede municipal de Belmonte  organizaram uma lembrança para os alunos e profissionais de ensino . A entrega da camiseta personalizada foi no dia 11 de outubro na quinta-feira pela diretoria da Associação. Além de lanche especial

    15/10/2018 Leia...

    -

  • MEC lança cartilha para orientação dos parlamentares na elaboração do Orçamento 2019


    A pedido da Frente Parlamentar Mista de Educação, a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados realizou nesta quarta, 10, uma reunião durante a qual foi lançada a Cartilha de Orientação para Apresentação de Emendas Parlamentares ao orçamento de 2019. Apresentada pelo ministro da Educação, Rossieli Soares, a publicação é uma ferramenta que ajuda as bancadas na elaboração de emendas que contemplam a alocação de recursos públicos no desenvolvimento e melhoria da educação do país.

    “Hoje apresentamos um caderno de orientação para as emendas parlamentares na área de educação por meio do qual o Ministério busca dar as informações para os parlamentares que queiram colocar tanto as suas emendas individuais quanto as de bancada, as de comissão e as impositivas para a educação”, afirmou Rossieli Soares. “Nós buscamos, queremos e desejamos que emendas em maior número possível, em maior valor possível possam ir para a educação”.

    O conjunto de ações da cartilha, dentre outras propostas, destaca as que envolvem construção de escolas, melhoria da infraestrutura física e pedagógica, fornecimento de material didático e transporte escolar. O ministro reforçou que o documento contribui para direcionar de forma mais produtiva os recursos destinados à educação.
     
    Inovação –  “Algumas novidades importantes foram tratadas dentro do próprio Congresso e aprovadas dentro da Lei de Diretrizes Orçamentárias”, lembrou Rossieli Soares. “Por exemplo, pela primeira vez, há a possibilidade de a emenda ir para o custeio, para a rede de educação básica brasileira, para municípios e estados. Isso é uma grande inovação que vai ao encontro do desejo e do enfrentamento das dificuldades que as redes municipais especialmente têm”.

    O ministro reforçou o empenho dos parlamentares no setor educacional. “Somente com o trabalho das emendas de comissões e bancadas, já estamos esperando mais de R$ 800 milhões”, disse. “Acredito que até a próxima semana, com a emenda impositiva da educação, talvez possamos buscar algo em torno de R$ 1 bilhão a mais para a educação. Os parlamentares sempre se demonstraram sensíveis e desejosos de colocar emendas para a educação, então esse é o nosso desejo.”

    O deputado Alex Canziani, coordenador da Frente Parlamentar Mista da Educação, foi assertivo ao falar sobre a importância da cartilha. “Ela vai permitir que o próprio parlamentar avalie as demandas que tem na sua região, no seu estado, como um todo”, resumiu. ”As bancadas também podem avaliar isso e fazer com que o dinheiro chegue àquilo que é mais importante. Há a possibilidade também de que o próprio governo do estado seja parceiro [desse processo].”

    Outro ponto que o deputado enfatizou foi a relevância do papel exercido pelo MEC na elaboração do documento. “Nós aprovamos [a cartilha] agora, e é uma inovação das emendas impositivas que os estados têm. Uma delas, necessariamente, tem que ser para a educação. Isso vai significar mais recursos para a educação brasileira. E [a situação] melhora muito quando temos a sugestão do Ministério da Educação sobre onde colocar o recurso.”
     

    10/10/2018 Leia...

    -

  • Reeleito, Maldaner agradece o apoio de SC!

    img

    Reeleito para o quarto mandato com 80.086 votos, alcançando a segunda colocação do seu partido do estado e a 10ª no geral, o deputado federal Celso Maldaner agradeceu por meio de post na sua fanpage do facebook o apoio recebido de Santa Catarina e do interior.

    ”Obrigado a todos os eleitores que mais uma vez confiaram na força do meu trabalho em Brasília. Agradeço a todas as pessoas envolvidas na campanha, seu apoio e dedicação foram fundamentais para a vitória. E o trabalho não para, desde já estou representando Santa Catarina, suas necessidades e sonhos porque a força do interior é a base do meu trabalho, muito obrigado”.

    O parlamentar quer ter um novo mandato focado na infraestrutura rodoviária, especialmente do extremo oeste catarinense, as BRs 282, 158 e 163. Para ele, a região mais esquecida do estado precisa ter representatividade forte em Brasília e ajuda dos novos governos estadual e federal para trazer investimentos que ajudam no desenvolvimento dos pequenos municípios, que são a força do interior.

    ”Sei que os processos judiciais atrasaram e muito as obras e projetos da 282 e da 163, mas os governos precisam olhar diferente para esta região que é tão carente de investimentos. Adquiri experiência para não aceitar mais este descaso, vamos cobrar mais solução”, destacou o deputado.

    Nesta terça-feira, Maldaner já viajou para Brasília onde retorna com as atividades parlamentares.

    09/10/2018 Leia...

    -

  • São Miguel do Oeste vivencia a Festa da Cultura na próxima semana


    Festival da Canção e participação das etnias devem ser o destaque da Festa

    A Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo de São Miguel do Oeste realiza na próxima semana, entre os dias 08 e 14 de Outuburo, a Festa da Cultura. O evento tem o apoio da Associação dos Afrodescendentes (Afrodesmo), Centro de Convivência de Descendentes de Italianos (Cecondi), Centro Cultural Morgenstern, Grupo de Danças Ítalo Germânico e CTG Porteira Aberta. De acordo com o secretário adjunto de Cultura e Turismo, Carlos Chaves, as festividades estão programadas para acontecer na área coberta da Praça Walnir Bottaro Daniel, no Museu Histórico Ruy Arcádio Luchesi e na Biblioteca Pública Municipal José de Alencar. Além de exposições, contação de histórias, Feira de Artesanato e do Livro, a comunidade poderá prestigiar o Festival da Canção “Canta São Miguel”, gastronomia das etnias, desfile cultural e apresentações artísticas. Chaves reforça o convite para que a comunidade prestigie as atividades da Festa da Cultura, que deverá se consolidar como mais um momento para o despertar de novos talentos e a valorizações dos artistas e entidades locais. Programação da Festa da Cultura Dias 08 e 09 de Outubro 2018 (segunda e terça-feira) - Exposição no Museu Histórico Ruy Arcádio Luchesi; - Contação de Histórias na Biblioteca Pública Municipal José de Alencar. Dia 10 de Outubro 2018 (Quarta-feira) 14h – Encontro do programa Vida Longa com Saúde NOITE DA CULTURA E TRADIÇÃO GAÚCHA - 19h – Abertura da Festa da Cultura - 20h - Jantar Típico Gaúcho - 21h – Apresentações artísticas - Exposição de objetos típicos gaúchos - Mateada Dia 11 de Outubro de 2018 (Quinta-feira) FESTA DAS ETNIAS FESTIVAL DA CANÇÃO “CANTA SÃO MIGUEL” Categorias: Infanto-Juvenil 07 a 12 anos / Juvenil 13 a 17 anos / Adulto acima de 18 anos - 9h às 11h30 – ensaios Festival - 13h às 17h – ensaios Festival - 19h - Feira de Artesanato - 19h - Feira do Livro - 19h - Mateada - 19h – Gastronomia das Etnias - 19h – Festival da Canção “Canta São Miguel” (eliminatórias). Dia 12 de Outubro de 2018 (Sexta-feira) FESTA DAS ETNIAS FESTIVAL DA CANÇÃO “CANTA SÃO MIGUEL” - 9h às 12h – ensaios dos finalistas do Festival - 16h - Feira de Artesanato - 16h - Feira do Livro - 16h – Mateada - 16h – Apresentações artísticas - 19h – Gastronomia das Etnias - 19h30 – Festival da Canção “Canta São Miguel” (final) Dia 13 de Outubro de 2018 (Sábado) FESTA DAS ETNIAS * Gastronomia das Etnias 15h - transmissão ao vivo do Programa de Rádio “Saudades da Querência” (comemoração de 60 anos, 1958/2018) 16h - Feira de Artesanato 16h - Feira do Livro 16h - Mateada 18h - Desfile Cultural pelas ruas da cidade 19h30 - NOITE CULTURAL - apresentações artísticas das etnias, grupos folclóricos, CTG, entre outros. Dia 14 de Outubro de 2018 (Domingo) 16h - Apresentações de artistas locais e dos finalistas do Festival da Canção “Canta São Miguel” 18h – Encerramento da Festa da Cultura.

    04/10/2018 Leia...

    -

  • PL de Everaldo Di Berti

    img

    Foi aprovado o Projeto de lei 95/2018, de autoria do vereador Everaldo Di Berti, que dispõe sobre os critérios de preenchimento e da transparência de informações na distribuição das vagas de educação infantil do município de São Miguel do Oeste. Dos critérios A Lei prevê os seguintes critérios para preencher as vagas da educação infantil na rede pública municipal: criança cujo responsável resida em São Miguel; crianças em situação de vulnerabilidade ou risco, ou que recebam bolsa família; crianças ou pais ou responsáveis com deficiência física, psíquica ou doenças incapacitantes; crianças cujo responsável trabalhe em tempo integral ou parcial sem benefício de vale creche; crianças cujos responsáveis sejam estudantes em período integral ou parcial; crianças com irmãos estudando na mesma escola; crianças cujos pais ou responsáveis trabalhem no estabelecimento de ensino; família com menor renda familiar; zoneamento residencial dividido em bairros e centro; e zoneamento do local de trabalho, dividido em bairros e centro. Observando os critérios elencados, se observa contrapondo com os critérios existentes por exemplo no edital de 2017, no item 10.5, vide fotografia, que somente buscava a hipossuficiência como critério para conseguir as vagas. Valorando o critério econômico. Ao contrário do que passa a valer com a sanção desta lei. Onde destacamos que os critérios da lei, são totalmente distintos dos existentes nos editais. O que qualquer cidadão de notório saber consegue claramente identificar. Ademais, o texto estabelece a aplicação dos critérios na ordem estabelecida pelo edital de seleção de vaga. A proposta também prevê que caberá a cada unidade escolar a participação na seleção dos inscritos, classificação e indicação da escola deferida. Também estabelece que será assegurada a inscrição de todo e qualquer educando, efetuando a matrícula de acordo com o critério de seleção estabelecido e vagas disponíveis. Outrossim, no que se refere ao acesso a política pública de educação infantil, sabemos que podem ocorrer disparidades quanto aos critérios de acesso ao estabelecimento educacional, já que a administração não consegue garantir integralmente e universalmente este direito às crianças. Desta forma, os critérios que estão sendo contemplados, procura ser justo e igualitário. Tornando possível que todos aqueles que façam jus a vaga assim consigam. E inclusive, o vizinho não poderá mais questionar o porquê o Fulano consegue a vaga e ele não, e por quais critérios. Não podendo mais dizer que A ou B foram privilegiados pelo Município. O que também oportuniza a população, que quando souberem que as informações trazidas pelos critérios que deu a vaga a alguém, não condiz com a realidade, poderão também realizar comunicações a instituição de ensino ou ao executivo para se apurar, ou ainda ao Ministério Público como órgão fiscalizador. Portanto, desde que as famílias preencham os critérios já elencados, terão estes a preferência nas vagas. O que de forma alguma, excluirá aqueles que se encontram em situações de vulnerabilidade ou risco pessoal, inclusive em que a mãe por exemplo esteja sendo vítima de violência doméstica, que indiretamente também afeta ao filho e que também presumisse estar vivenciando algum tipo de violência, seja ela moral/intelectual por exemplo. Contemplando ainda, aqueles que recebem bolsa família, desde que atestado oficialmente. Já outros interessados que não se encontram em nenhuma situação de preferência dentre os critérios, farão jus as vagas pela sua classificação. Inclusive aqueles pais ou interessados que mesmo recebedores de auxílio creche, serão classificados, porém, terão que aguardar a vaga. Como sabido, todo mundo tem direito à educação. Ressalta ainda o Vereador, Everaldo Di Berti, que há anos discutem as vagas de creches e a sua forma de preenchimento, porém, agora com a lei, muitos casos poderão ser resolvidos de uma forma mais objetiva, posto que a lei é bastante clara quanto aos critérios que deverão ser observados para dar preferência as vagas, sem a necessidade de muitas vezes haver uma intervenção judicial para algo que poderia ser resolvido administrativamente. O que nada impede que se busque o órgão do judiciário ou o Ministério Público caso algum cidadão se sinta lesado pela não observância de algum direito. Do zoneamento Agora com a aprovação desta lei, os pais ou responsáveis poderão o ato da matrícula escolher a instituição de ensino pelo zoneamento domiciliar/residencial ou pelo local de trabalho dos pais ou responsáveis, desde que devidamente comprovado. O que facilitará muito para aqueles que moram em determinado local, mas que trabalham em outro.Visto que muitos pais preferem as vagas próximo ao local de trabalho. O que desafogará as vagas nos bairros, bem onde se concentram os maiores problemas. Da transparência A lei ainda obriga a publicidade periódica das vagas disponíveis e preenchidas nas creches e escolas de educação infantil do Município de São Miguel do Oeste, e a lista de espera de cada estabelecimento, o que deverá ocorrer no mínimo a cada 6 (seis) meses. Essa publicação deverá ter o número de vagas por turma e unidade escolar, as iniciais do nome de cada criança inscrita, o nome do responsável, e o deferimento ou não da vaga. A publicidade deverá ocorrer em local de visível acesso nas unidades de ensino envolvidas e no site oficial da Prefeitura. O Poder Executivo deverá regulamentar a lei no prazo de 90 dias. Segundo o autor, “Essa iniciativa traz transparência no preenchimento das vagas existentes e permite aos pais ou responsáveis acompanharem as chamadas pela internet ou pelas listas, de forma organizada e sem furos nessa fila”. A intenção é que todos saibam a classificação de todos. Afinal, a escola é a porta de acesso da criança às regras éticas e morais que regem a sociedade. Para isso é preciso que haja transparência em toda sua vida escolar, em especial no ingresso deste cidadão à instituição de ensino. Assim, visa efetivar um mecanismo bastante utilizado pelas administrações sobre a transparência pública. Quanto à divulgação da lista de espera propriamente dita, temos uma previsão constitucional sobre a necessidade de transparência dos atos da administração que, somada à mencionada necessidade de universalização da oferta da educação infantil (também decorrente da Constituição Federal), a depender do critério utilizado para convocação das crianças para uma das vagas, a princípio determina a necessidade de sua publicação, garantindo aos responsáveis a possibilidade de acompanhamento da efetiva posição da criança na lista de espera. O artigo 7º, inciso V da Lei Federal n° 12.527/11, afirma que o acesso à informação compreende veiculação "sobre atividades exercidas pelos órgãos e entidades, inclusive as relativas à sua política, organização e serviços", enquanto o artigo 8º, parágrafo I, inciso V da norma em comento, salienta dentre as informações sujeitas ao dever de divulgação em sítios oficiais da rede mundial de computadores, estão incluídos os "dados gerais para acompanhamento de programas, ações, projetos e obras de órgãos e entidades ". A Educação Infantil, assim como os demais espaços de educação no âmbito da Política Básica de Educação, configura direito constitucional. A oferta irregular do atendimento em Centros Municipais de Educação Infantil por exemplo, se apresenta como um problema social de grande proporção que, deve ser encarado com muita responsabilidade e transparência. Assim, considerando a importância dos meios tecnológicos voltados à informação, e tendo em vista a preponderância do interesse da sociedade, compreende-se que o dever de acesso à informação se insere a obrigação de divulgação em meios eletrônicos oficiais e outros acerca da fila de espera na Educação, em especial na Infantil, visto que é um dos maiores problemas do nosso Município. O que permitirá a coletividade e aos interessados o controle e fiscalização em relação a política pública pela sociedade e demais órgãos públicos.

    03/10/2018 Leia...

    -

  • Valor global projetado é de R$ 146,8 milhões. Maior destinação é para o Urbanismo, seguido pela Educação e Saúde.

    img

    O prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, encaminhou à Câmara de Vereadores, na última sexta-feira (28), os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Revisão do Plano Plurianual para o Exercício Financeiro de 2019. Este é o segundo ano consecutivo em que as três peças são entregues conjuntamente. PRIORIDADES O valor global do Orçamento projetado para 2019 é de R$ 146,8 milhões, cerca de R$ 22 milhões a mais do que o deste ano. A maior fatia será destinada ao setor de Urbanismo, com R$ 33,7 milhões, onde a intenção é investir em melhorias no trânsito e ligações asfálticas interbairros, entre outras ações. “Queremos captar recursos com a União e o Estado, além de contrair um possível financiamento, para efetuar melhorias na mobilidade urbana do nosso município”, destaca Trevisan. Para a Educação, o Orçamento 2019 prevê R$ 31,6 milhões, cerca de R$ 2 milhões a mais do que este ano. “Queremos ampliar a oferta de vagas na educação infantil e no ensino fundamental, além de oferecer um aperfeiçoamento de qualidade à nossa equipe”, salienta o prefeito. A Saúde deve ficar com R$ 28,5 milhões, o que também representa aproximados R$ 2 milhões a mais do que o valor projetado no orçamento vigente. O objetivo principal é acelerar o equilíbrio entre a oferta e a demanda de serviços nesta área, ampliando os serviços de média e alta complexidade, entre outros. CRESCIMENTO ORDENADO Trevisan explica que o Orçamento foi projetado levando em consideração a atual conjuntura econômica do país, marcada por um quadro de recessão, com crise acentuada e credibilidade abalada. “Entretanto, as projeções dos exercícios subsequentes preveem um crescimento ordenado, compatível com um processo de restabelecimento da economia aos poucos”, salienta. ORÇAMENTO 2019 GABINETE DO PREFEITO – R$ 3.430.020,00 SECRETARIA DE ADMINITRAÇÃO E FINANÇAS – R$ 12.846.612,63 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO – R$ 31.637.417,87 SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – R$ 2.480.000,00 SECRETARIA DE URBANISMO – R$ 33.746.000,00 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO – R$ 1.228.000,00 SECRETARIA DE OBRAS – R$ 7.150.000,00 SECRETARIA DE ESPORTE, CULTURA E TURISMO – R$ 4.592.000,00 SECRETARIA DE GES. DE PES. E TRANSP. – R$ 690.000,00 SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – R$ 8.047.000,00 SECRETARIA DE SAÚDE – R$ 28.324.919,43 SECRETARIA DE AGRICULTURA, PEC. E PISCICULTURA – R$ 1.433.000,00 CÂMARA DE VEREADORES – R$ 5.250.000,00 FUNDO MUN. PARA RECONST. DOS BENS LESADOS – R$ 148.050,00 FUNDO MUN. DOS DIR. DA CRIANÇA E DO ADOLESC. – R$ 190.000,00 ENCARGOS GERAIS – R$ 3.206.980,07 RESERVA DE CONTINGÊNCIA – R$ 2.400.000,00 TOTAL – R$ 146.800.000,00

    01/10/2018 Leia...

    -

  • No primeiro dia de Outubro, quero lhes comunicar que estamos lançando uma campanha: Dipães e Você Contra o Câncer de Mama!

    img

    A dinâmica é bem simples: A cada pão 12Grãos (com o adesivo da campanha) vendido aos consumidores no mês de Outubro/18 em todos os pontos de vendas de pães assados, doaremos parte do lucro da Dipães para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Miguel do Oeste/SC. Estamos pedindo o apoio de todos para nos ajudar a divulgar esta campanha, com isso, poderemos doar um valor maior a entidade parceira que muito necessita. Em anexo, cartaz da campanha que também estará em nossas mídias sociais. Em caso de dúvidas, estou à disposição. De antemão, agradeço pelo apoio de todos!

    01/10/2018 Leia...

    -

  • Incentivo à doação de órgãos é tema de projeto de lei

    img

    Deputado Colatto propõe aumento de pena para tráfico e inutilização de órgãos, além de benefícios para doadores

    O número de doadores de órgãos vem crescendo no Brasil, mas a lista de espera ainda é grande. Neste dia 27 de setembro, o Brasil celebra o Dia Nacional da Doação de órgãos, uma data destinada à conscientização sobre o tema. Para incentivar a doação, o deputado federal Valdir Colatto (MDB-SC) apresentou o Projeto de Lei (PL) 5805/2016, que prevê incentivos para doadores e familiares, além de punir a inutilização de órgãos. Pelo texto proposto, doadores de órgãos em vida e familiares (limite de seis) de doadores post mortem receberão credenciais de caráter vitalício, que permita o atendimento prioritário no Sistema Único de Saúde (SUS). As credenciais servirão para todos os procedimentos, inclusive cirurgias e internações. “Esse trabalho é pela necessidade de conscientização sobre a doação de órgãos. Os doadores e familiares estão fazendo um bem para as pessoas que mais precisam e querem continuar a sua vida normal”, enfatiza o deputado Valdir Colatto. O PL também tem como objetivo penalizar os responsáveis por tráfico e inutilização de órgãos por negligência, imprudência ou imperícia. A proposta aumenta a pena e a multa para crimes previsto na Lei do Transplante de Órgãos (9.434/97), e os classifica como hediondos. O crime de remover órgãos ou partes de corpo, por exemplos, tem a pena aumentada de 2 a 6 anos para 4 a 8 anos reclusão. A compra ou venda de tecidos vai de 3 a 8 anos para 5 a 12 anos de reclusão. Estatísticas Dados da Associação Brasileira de Transporte de Órgãos (ABTO) mostram que a cada oito pacientes potenciais doadores, apenas um é notificado. No Brasil, a taxa de transplante é 15 milhões por ano, enquanto na Espanha, país referência, a taxa é de 40 milhões de pessoas. O Ministério da Saúde tem dados que apontam que atualmente, aproximadamente metade das famílias entrevistadas não concorda que sejam retirados os órgãos e tecidos do ente falecido para doação. “Em muitos desses casos a pessoa poderia ter sido um potencial doador. Por isso, converse com sua família sobre o desejo de doar órgãos”, enfatiza Colatto. Após a constatação de morte encefálica, um doador é capaz de salvar, em média, 10 vidas, podendo chegar a mais de 20. Quais órgãos podem ser doados? Doador falecido: Coração, pulmões, fígado, pâncreas, intestino, rins, córnea, vasos, pele, ossos e tendões. Portanto, um único doador pode salvar inúmeras vidas. A retirada dos órgãos é realizada em centro cirúrgico, como qualquer outra cirurgia. Doador vivo: 1 dos rins, parte do fígado ou do pulmão e medula óssea.

    27/09/2018 Leia...

    -

  • NASF realiza palestra sobre saúde do trabalhador em empresa do município

    img

    Ação foi desenvolvida durante SIPAT

    Na última sexta-feira (21), a Secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste, por meio do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), participou de atividade durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), da empresa Madebal, com o envolvimento de 80 colaboradores. Com base no tema "Alfabetização Emocional", a psicóloga Bárbara da Silva abordou de modo expositivo e dinâmico os aspectos psicológicos e emocionais dos trabalhadores, tanto na vida profissional como na pessoal. Segundo Bárbara, a atividade faz parte das ações previstas na atuação do NASF junto à comunidade, como prevenção e promoção da saúde do trabalhador, a fim de prevenir e reduzir o adoecimento psicológico da população. “Os dados são desenvolvidos, considerando o alto número de pessoas que fazem uso de medicamentos psicotrópicos, ou que buscam o atendimento em saúde mental na rede de atenção básica municipal”. Além destas ações paralelas, o NASF trabalha com os Grupos Bem Estar de educação em saúde mental, nas Unidades Básicas de Saúde de cada bairro mensalmente, os quais são coordenados pela psicóloga.

    26/09/2018 Leia...

    -

  • 2º Simpósio em Saúde do Hospital Regional de São Miguel do Oeste está com inscrições abertas


    26.09.2018 – Com o tema “Atenção Multiprofissional: da assistência hospitalar ao cuidado domiciliar”, o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste – Instituto Santé, realiza na quinta-feira, 18 de outubro, o 2º Simpósio em Saúde. A inscrição é gratuita e podem ser feitas até o dia 10 de outubro. O evento é voltado aos profissionais da área da saúde e estudantes. Interessados devem inscrever-se no site www.hrtgb.org (banner à direita). Conforme o coordenador do evento e gerente de enfermagem do Hospital Regional, Cristiano Alba, entre os objetivos do Simpósio está a oferta de palestras que aprimorem a prática dos trabalhadores da saúde. “Buscamos palestrantes que contribuam com o dia a dia dos que trabalham com saúde. Trouxemos temas como a oncologia, considerando o início dos serviços aqui em São Miguel do Oeste. O Sistema Único de Saúde atua de maneira interligada com os municípios e Hospital Regional”, afirma o gerente. O Simpósio é uma realização do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso e conta com o apoio da administração de São Miguel do Oeste e com o patrocínio das empresas: Nestle Health Science, Merco Soluções em Saúde e Nutrimedical. No dia do evento, a pessoa inscrita deverá levar um 1kg de alimento. A arrecadação será doada para entidades da região. Programação O evento começa 7h30 com o credenciamento dos participantes. Às 8h30 está marcada a abertura oficial. Em seguida, às 9h, iniciam as palestras que seguem até às 15h30 com intervalo para almoço. Ao fim do evento, serão expostos banners de pesquisadores com estudos da área da saúde. Palestras: 09:00 as 10:15h – Bactérias Multirresistentes X IRAS: qual a minha responsabilidade? Palestrante: Eliandra Mirlei Rossi; bióloga, Doutora em Microbiologia Agrícola e do Ambiente – UFRGS. 10:30 as 12:00h – Assistência Multiprofissional a Pacientes Ostomizados. Palestrante: Daniela Mafioletti Floriano; enfermeira, especialista em Estomaterapia – PUC/PR. Atua na área de feridas e estomias pela Fufa/SC há mais de 10 anos. 13:30 as 14:30h – Saúde Baseada em Evidências. Palestrante: Luana Roberta Schneider; enfermeira mestre, Doutoranda em Ciências da Saúde/UNOCHAPECÓ. 14:30 as 15:30h – Como promover uma alimentação segura no domicílio? Palestrante: Catherine Machado; nutricionista, especialista em Nutrição Oncológica; Cancerologia: área de Nutrição; Nutrição parenteral e enteral pela BRASPEN.

    26/09/2018 Leia...

    -

  • Profissionais do Sicoob São Miguel participam de Workshop em Brasília

    img

    Evento apresentou novas tendências de mercado para participantes do Sicoob de todo o Brasil

    Nos dias 17 e 18 o Sicoob São Miguel participou do 2º Workshop de Pessoas Jurídicas, realizado em Brasília. O evento, voltado para gestores da cooperativa, teve foco no relacionamento consultivo, apresentando painéis com temas voltados sobre: como atrair e manter o público PJ, atendimento consultivo, crédito competitivo e parcerias exitosas. De acordo com o subgerente do Sicoob São Miguel de Guarujá do Sul, Nédio Massmann, a avaliação do evento é positiva. Ele explica que, através do evento, pode-se verificar como está o posicionamento do Sicoob com relação às pessoas jurídicas, a nível nacional e sistema financeiro. “Pode-se notar que existe um amplo mercado em que as cooperativas Sicoob podem atuar aumentando mais seus negócios, tanto na abertura de novas contas como também, em agregar produtos e serviços como máquinas de cartão Sipag, boletos bancários, crédito e microcrédito, cartões entre outros”, explica. Sobre o evento, ele conta que no Workshop PJ foram apresentadas melhorias nas tecnologias de comunicação como celulares e computadores, implantação de novas funcionalidades que irão aproximar mais a cooperativa dos seus associados. “Pode-se notar também que, mesmo em épocas em que o mercado aponta recessão, o Sicoob conseguiu ampliar mais seu relacionamento com as empresas tendo um ótimo crescimento de 2017 para 2018”, evidencia. Para o Gerente do Sicoob São Miguel de Indaial, Miguel Vicente Ritter, participar do Workshop em Brasília foi uma oportunidade única, uma experiência que agregou crescimento pessoal e profissional. “Tenho certeza de que aquilo que nós vimos no encontro será colocado em prática de imediato. São informações privilegiadas aos quais nós tivemos acesso, e temos a certeza de que o Sicoob está no caminho certo. Quero agradecer a diretoria do Sicoob São Miguel pela oportunidade que nós tivemos de participar deste encontro. Acredito que foi um evento único e a gente espera que, realmente o que foi divulgado, seja colocado em prática para que garanta o nosso futuro, o futuro do Sicoob no Brasil”, destaca. Conforme o Diretor de Negócios do Sicoob São Miguel, Jaimir Balbinot, uma equipe de 14 colaboradores participaram do encontro em Brasília. “O Workshop PJ foi muito bom, evento que nos vislumbrou perspectivas de negócio usando a tecnologia para atrairmos um novo perfil de associados e atendermos suas expectativas, gerando cada vez mais comodidade e segurança. O Sicoob está preparado para isso e, com essa equipe que veio aqui em Brasília, fica muito mais fácil proliferar em nossas agências essas novas tendências, e pôr em prática esses novos produtos e serviços, que vão estar à disposição de nossos associados”, afirma Balbinot.

    25/09/2018 Leia...

    -

  • Rotatórias da Rua XV de Novembro serão removidas

    img

    Medida atende solicitação da Polícia Militar e foi aprovada pelo Cotrasmo

    O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de São Miguel do Oeste irá atender uma solicitação da Polícia Militar, e retirar as rotatórias (rótulas) existentes na Rua XV de Novembro, no trecho de mão única de direção. No total são três equipamentos, nas esquinas com a Avenida Getúlio Vargas, Rua Sete de Setembro e Rua Almirante Tamandaré. A solicitação, encaminhada pelo comandante do 11º BPM/Fron, Tenente Coronel Marcelo de Wallau, justifica que “embora os condutores tenham o dever de conhecer e obedecer à sinalização de trânsito é natural que nossa percepção visual seja direcionada de imediato a objetos maiores, neste caso específico, a rotatória, em detrimento à sinalização regulamentar de ‘PARE’, quer seja vertical ou horizontal”. Argumenta ainda, que o direcionamento do trânsito para apenas um lado da rotatória, afunila a circulação dos veículos. Desta forma, a Polícia Militar compreende que a pretensão de proporcionar maior fluidez do trânsito nesta via com a implantação da mão única, acaba não se consolidando conforme o esperado. O diretor do Demutran, Jeferson Dias, explica que a remoção das rotatórias será feita a partir da próxima semana. “Com isso, atenderemos também um pedido da própria população. Este assunto, inclusive, já foi debatido no Cotrasmo, onde a retirada destas rotatórias foi aprovado”, assinala. O trabalho será iniciado assim que for transferido o ponto de videomonitoramento que está instalado em uma destas rotatórias.

    21/09/2018 Leia...

    -

  • Nova primeira prenda mais prendada do FECART é de São Miguel do Oeste

    img

    O 23º Festival Catarinense de Arte e Tradição foi realizado neste final de semana em Lages e elegeu as primeiras prendas do festival nas categorias adulta, juvenil e mirim para o período 2018/2019. Melissa Andres Schons, do CTG Porteira Aberta, de São Miguel do Oeste, foi a vencedora do concurso Prenda Prendada adulta. Outro destaque do festival foi a descansense Júlia Gabriela Balbinot, que venceu o concurso de Solista Vocal Prenda Adulta. O FECART é uma realização do MTG de Santa Catarina.

    17/09/2018 Leia...

    -

  • Município aguarda aprovação de Lei para regularização fundiária

    img

    Projeto está na Câmara desde o dia 16 de agosto, e deve possibilitar a obtenção de escrituras para cerca de 1.000 famílias de São Miguel do Oeste

    O prefeito Wilson Trevisan, enviou à Câmara de Vereadores, ainda no dia 16 de agosto, o Projeto de Lei Complementar nº 011/2018 que, se aprovado, deve viabilizar a regularização fundiária para cerca de 1.000 famílias de São Miguel do Oeste. De acordo com Trevisan, o tema é de suma importância, visando assegurar aos indivíduos que se encontram em situação de irregularidades em relação aos seus lotes ou áreas ocupadas, o direito constitucional de propriedade e moradia. “Com esta Lei, vai ser possível que essas famílias obtenham a regularização por uma decisão desburocratizada, do próprio Município”, explica. Aqueles que fizeram o pedido de regularização em anos anteriores, ainda terão que aguardar o término dos processos que estão no Judiciário. “O que estamos propondo, é garantir para aquelas pessoas que se instalaram em um terreno há muitos anos, que consigam se legalizar e, com isso, obter as escrituras destes imóveis. Desta forma, terão a segurança necessária para investir, fazer reformas ou construir. Terão, finalmente, o seu direito à moradia reconhecido”, salienta o prefeito.

    10/09/2018 Leia...

    -

  • Realizada a primeira edição das Olimpíadas da 3ª Idade da Região da AMEOSC

    img

    E quem fechou agosto com gosto, foram os atletas da 3ª Idade, que participaram nesta sexta-feira (31/08) da 1ª edição das Olimpíadas da 3ª Idade da Região da AMEOSC (OTIA). Promovida pela Associação em parceria com a prefeitura de São Miguel do Oeste e do Colegiado de Esportes da Ameosc, a competição teve por objetivo integrar e reunir as pessoas da melhor idade e oportunizar momentos de descontração e alegria a todos. Foram pouco mais de 500 atletas, de 17 municípios, que participaram das seis modalidades em disputa (no feminino e masculino), sendo elas: bocha, canastrão, bolão, bolãozinho, truco e dominó. Os jogos aconteceram na Faismo, no Clube Atlético Montese, na Linha Caxias e na Sociedade de Bochas Barriga Verde. Diversos prefeitos e representantes dos municípios da região participaram da abertura, que contou com o juramento do atleta, desfile das delegações e a abertura oficial declarada pelo prefeito de Itapiranga e Presidente da AMEOSC, Jorge Welter. Na ocasião, foram entregues medalhas para o primeiro, segundo e terceiro colocados nas competições. Conforme a apuração a seguir: Bocha Masculino: 1º Lugar: Itapiranga 2º Lugar: São José do Cedro 3º Lugar: São João do Oeste Bocha Feminino: 1º Lugar: Palma Sola 2º Lugar: Itapiranga 3º Lugar: São José do Cedro Bolãozinho Masculino: 1º Lugar: Tunápolis 2º Lugar: Iporã do Oeste 3º Lugar: Guaraciaba Bolãozinho Feminino: 1º Lugar: São Miguel do Oeste 2º Lugar: Dionísio Cerqueira 3º Lugar: São José do Cedro Bolão Masculino: 1º Lugar: São Miguel do Oeste 2º Lugar: São João do Oeste 3º Lugar: Iporã do Oeste Bolão Feminino: 1º Lugar: São Miguel do Oeste 2º Lugar: São João do Oeste 3º Lugar: Guarujá do Sul Canastra Masculino: 1º Lugar: Iporã do Oeste “B” 2º Lugar: Mondaí “A” 3º Lugar: Barra Bonita Canastra Feminino: 1º Lugar: São Miguel do Oeste 2º Lugar: São João do Oeste “C” 3º Lugar: Itapiranga Dominó Masculino: 1º Lugar: Barra Bonita 2º Lugar: Descanso 3º Lugar: Guarujá do Sul Dominó Feminino: 1º Lugar: Itapiranga 2º Lugar: Mondaí 3º Lugar: Princesa Truco Masculino: 1º Lugar: Dionísio Cerqueira 2º Lugar: Iporã do Oeste “A” 3º Lugar: Itapiranga O Secretário Executivo da AMEOSC, Airton Fontana, avaliou a competição de forma bastante positiva, uma vez que está primeira edição contou com ótimos resultados, tanto no sentido da participação, quanto da integração dos competidores.

    03/09/2018 Leia...

    -

  • Sindicato Rural de São Miguel do Oeste comemora 50 anos com lançamento de livro

    img

    Comemorando 50 anos de Carta Sindical em 2018, o Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste lança o livro “50 anos de aguerrida história – trajetória de intensos desafios, iniciativas e conquistas”, de autoria de Terezinha Osmari Bagatini. O lançamento está programado para o dia 25 de agosto (sábado), a partir das 10h30, na Casa do Criador, localizada no Parque Irineu Granzotto. Presidido por Adair José Teixeira o Sindicato dos Produtores Rurais iniciou sua trajetória em defesa do setor primário da economia em 25 de abril de 1954 com a criação da Associação Rural. Participaram da assinatura do livro de abertura 26 produtores rurais. Quatro anos depois, em 22 de junho de 1958, houve a primeira Assembleia Geral com eleição e posse da diretoria. A sede foi inaugurada no dia 18 de janeiro de 1966 pelo então governador do Estado Celso Ramos e o secretário da Agricultura Antônio Pichetti. Mas foi somente em 02 de dezembro de 1966 que a então Associação recebeu a primeira Carta Sindical e, em 22 de janeiro de 1968, formalizou-se como o Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste após Assembleia Geral promovida no Cine União com sucesso de participação de produtores. “Completamos, em 22 de janeiro de 2018, exatamente 50 anos de história sindical. Não seria justo deixar passar isso tudo em branco, deixar de registrar tantas boas conquistas, alcançadas com dedicação constante, luta, desafios e trabalho sério, sempre honrado. Um jeito especial que, em união, encontramos de tornar públicas muitas das nossas ações e benfeitorias, as quais foram sendo somadas e alcançadas ao longo dos anos e com a participação de cada um dos envolvidos, líderes e associados”, relata o presidente, Adair José Teixeira, em sua mensagem deixada no prefácio do livro. Teixeira, segundo também consta na obra literária, desde muito jovem reside e atua na área rural. “Em nenhum momento deixei de ser homem do campo. Com orgulho e admiração, sou empreendedor agrícola. Na minha caminhada, como trabalhador na lavoura ou como líder sindical, pude viver muitas experiências, quase todas autênticas e promissoras. Foi um excelente ensejo para registrar muitos depoimentos e tornar real a iniciativa da produção do livro, ideia que compartilhei com colegas e que há alguns anos comigo lideram o Sindicato dos Produtores Rurais”, complementa. MAIS DE CINCO DÉCADAS DE CONQUISTAS O livro não relata apenas uma destemida e maravilhosa história. É a reprodução em palavras de uma encorajadora e exemplar odisseia, como se fosse a própria imagem de homens e mulheres de bravura e apreço, que como conquista, vieram a criar o Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste. Muitas foram as conquistas ao longo dos anos. Na sede da entidade, ainda no início de sua criação, foram montados silos para distribuir e multiplicar sementes de milho, arroz, feijão e amendoim. “Agricultores vinham com suas malas de 5 e 10 kg e no ano seguinte devolviam”, lembra Teixeira. Primeiro trator, primeira trilhadeira sem peneira e primeiro médico veterinário para auxiliar os produtores rurais foram alcançados por meio do trabalho árduo da diretoria sindical. Teixeira lembra que o primeiro consultório odontológico da região foi montado no Centro de Atendimento de Saúde no Sindicato Rural. “Essa era uma preocupação central da diretoria da época, uma vez que não havia hospitais e nem postos de saúde por perto”, relembra. A eletrificação rural foi outro avanço conquistado por meio do trabalho do Sindicato. Por meio do trabalho sindical também se formou uma cooperativa de crédito e concretizou-se a parceria com o Sistema formado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), além da Confederação da Agricultura do Brasil (CNA). As dificuldades há cerca de 60 anos eram muito grandes, lembra o presidente do Sindicato, os avanços só eram possíveis por meio de um grupo de pessoas. “Um produtor sozinho não conseguia nada, mas com a força sindical temos orgulho em dizer que garantimos preços justos às produções agrícolas de nosso município, bem como aposentadoria, qualidade de vida e saúde no campo com melhorias de estradas do interior, pontes, escolas e igrejas”, ressalta. O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, reconhece e parabeniza o Sindicato dos Produtores Rurais de São Miguel do Oeste pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo em prol da agricultura do município, defendendo direitos e deveres de produtores rurais. “Nós, do sistema sindical rural, temos a honra de atuar em favor da categoria mais importante do País: os trabalhadores rurais. E em São Miguel do Oeste o resultado dessa união de esforços é contemplado no relato das conquistas feitas no livro que será lançado. Temos a grata satisfação em acompanhar essa evolução ao longo dos anos e poder contribuir com a expansão desse setor”.

    17/08/2018 Leia...

    -

  • Presidente do TRE palestra na Unoesc sobre os novos desafios da Justiça Eleitoral

    img

    SÃO MIGUEL DO OESTE O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Ricardo José Roesler, palestrou, na quinta-feira (9), sobre os novos desafios da Justiça Eleitoral. O evento reuniu acadêmicos, professores e a comunidade no Centro Cultural da Unoesc. Durante o evento, o desembargador detalhou que o TRE está percorrendo o Estado com o projeto "Justiça Eleitoral Itinerante". "Estamos aqui numa belíssima universidade, uma universidade como poucas aqui no Estado, com uma estrutura maravilhosa, para aproximar o TRE da sociedade catarinense. Estamos organizando a eleição, deste ano, que será a maior da história do País, não somente pelos números como também pelos desafios devido à minirreforma eleitoral e ao momento político", salientou Roesler, afirmando que as Fakes News serão um dos grandes desafios e pedindo às pessoas para não compartilharem notícias sensacionalistas e duvidosas nas redes sociais. O diretor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Unoesc, professor Evelácio Roque Kaufmann, destacou a importância do evento. "Estamos em ano eleitoral e, diante de um momento sensível que o País atravessa, é importante discutirmos e entendermos as responsabilidades de cada um. Os assuntos abordados farão a diferença para cada participante da palestra, seja no entendimento jurídico ou para a mudança de comportamento na eleição", ressaltou Kaufmann. Para o coordenador do curso de Direito, professor Peterson Fernando Schaedler, o debate é relevante para o meio acadêmico e para a sociedade. "Entender o contexto das regras eleitorais e a estrutura do TRE fortalece o que temos de mais importante na nossa sociedade: a democracia", frisou Schaedler.

    13/08/2018 Leia...

    -

  • Grande público participou da Mateada em comemoração aos 60 anos de nosso município

    img

    Na tarde da sexta-feira, dia 27, data do 60º aniversário de São José do Cedro, tradicional Mateada foi organizada na Praça Antônio Foppa. Grande público esteve presente e pode prestigiar muita música boa, tomar um bom chimarrão com amigos e familiares e comemorarem mais um ano de progresso de nosso município. 
    Autoridades municipais como o vice-prefeito, José de Conto - que na oportunidade representou o prefeito, Plínio de Castro que não estava presente devido a viagem - secretários municipais e vereadores destacaram sobre a união dos cedrenses em prol do desenvolvimento de São José do Cedro. 
    Para a realização do evento a Administração Municipal contou com a parceria de diversas entidades e grupos culturais. Agradecemos a todos pelo trabalho realizado. Também agradecemos ao público presente que embelezou ainda mais nosso evento.

    OBS: Durante a Mateada também foi organizada a Lotopé, em parceria com o Lions Clube. Maiores informações com a secretária de Educação e Cultura, Célia Toigo, no telefone 3643 6322.

    31/07/2018 Leia...

    -

  • Programa com “Nota Fiscal Vai Legal”, tem dia de fiscalização em Campo Erê

    img

    Administração Municipal de Campo Erê, através da Diretora de Gestão Fazendária, em parceria com a Associação dos Municípios do Entre-Rios (Amerios), realizou na última quinta-feira (12), na Rodovia SC-160, Capitulino Xavier de Oliveira, nas proximidades do CTG Estância do Oeste, fiscalização sobre circulação de mercadorias. A ação faz parte do programa com “Nota Fiscal Vai Legal”, do Governo do Estado.

    De acordo com a diretora de Gestão Fazendária, Margarete Cadore Viega, o Programa com “Nota Fiscal, Vai Legal”, tem como objetivo incentivar ações municipais de interesse mútuo com a Secretaria de Estado e Fazenda (SEF/SC), visando a fiscalização da circulação de mercadorias sem documentação, o que com a consequentemente gera sonegação sobre a circulação de mercadorias sem notas fiscais.

    O Convênio nº 2013 TN 000161, celebrado entre o Estado de Santa Catarina, Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e Associações de Municípios do Estado de SC, prevê aos fiscais de tributos municipais a verificação de documentos fiscais que, nos termos da legislação, devam acompanhar as mercadorias e serviços em operações ou prestações, entre outros.  

    O convênio também prevê aos agentes das turmas volantes, no exercício de suas funções, a autorização a realizar busca e apreensão de documentos, nos veículos abordados, que comprovem a infração tributária.

    13/07/2018 Leia...

    -