Protegendo a segurança sanitária e a economia do setor agropecuário em Santa Catarina


Santa Catarina registrou o primeiro caso de gripe aviária da história do estado, informou a companhia integrada de desenvolvimento agrícola (Cidasc) nesta terça-feira (27). O vírus, conforme o órgão, foi identificado em uma ave silvestre da espécie trinta-réis-real.

A ação ágil da companhia integrada de desenvolvimento agrícola de Santa Catarina (Cidasc) em identificar e notificar o caso é fundamental para garantir a segurança de nossos produtos e a confiança dos mercados internacionais. É crucial ressaltar que, apesar dessa ocorrência, Santa Catarina mantém sua condição sanitária como uma região livre da gripe aviária e não há impacto no comércio internacional de produtos avícolas do estado.

É importante salientar que não há propriedades comerciais de aves localizadas a menos de 25 km do foco identificado. Essa informação tranquiliza e demonstra que medidas efetivas foram adotadas para evitar a disseminação da doença nas criações avícolas.

Diante desse desafio, é imprescindível que as autoridades competentes continuem monitorando de perto a situação e implementem as medidas necessárias para prevenir a propagação da influenza aviária. Investir em biossegurança nas criações avícolas e fortalecer os protocolos de vigilância sanitária são ações cruciais para mitigar os riscos e garantir a proteção da saúde animal e humana.

É fundamental que o governo federal esteja atento às necessidades de Santa Catarina, fornecendo recursos e apoio para que possamos enfrentar esse desafio com eficácia.

Trabalhando em conjunto, produtores, autoridades sanitárias e a população em geral, poderemos garantir a sustentabilidade e a prosperidade do setor agropecuário em nosso estado. A segurança sanitária é essencial para o crescimento econômico e o bem-estar de todos os catarinenses.

Comprometidos em avançar com ações concretas, fortaleceremos o setor agropecuário, asseguraremos a qualidade de nossos produtos e protegeremos a saúde da população.

Com determinação e responsabilidade, superaremos esse desafio e preservaremos os pilares fundamentais que sustentam a economia agrícola de Santa Catarina.

 

Daniela Reinehr, deputada federal – SC