Governo do Estado deflagra ações para mitigar efeitos da estiagem no Oeste catarinense


O Governo do Estado está mobilizado para mitigar os efeitos da estiagem, que afeta o Oeste de Santa Catarina neste fim de ano. Órgãos como a Casan, a Defesa Civil e a Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural (SAR) estão auxiliando os municípios da região. Na Casan, além do planejamento de longo prazo, estão sendo feitas manobras emergenciais para manter o abastecimento de água da população. A Defesa Civil investiu cerca de R$ 4 milhões na entrega de kits de assistência humanitária aos municípios durante o ano. Já a SAR aportou mais de R$ 100 milhões em ações de resiliência hídrica por meio do Programa SC Mais Solo e Água.

Segundo o governador Carlos Moisés, as medidas do Estado não visam apenas a solução no curto prazo. Ele lembra que o Executivo estadual vai investir R$ 1,7 bilhão em planejamento hídrico, sobretudo na região Oeste. “Infelizmente, nosso estado vem sofrendo com estiagens cada vez mais recorrentes. Para fazer frente a isso, estamos trabalhando com planejamento. Obviamente que atuamos com ações emergenciais em períodos mais críticos, como o atual, porém não podemos perder de vista as soluções no longo prazo. É nesse sentido que devemos concentrar os nossos esforços”, afirma Carlos Moisés.

Nas últimas semanas, a Casan está realizando o trabalho de limpeza em barragens de captação de água, perfuração de novos poços, contratação de caminhão-pipa e melhorias na estrutura de tratamento e distribuição. A Companhia também trabalha com ações operacionais de revezamento em alguns municípios.


Planejamento Hídrico: Governo e Casan anunciam R$ 13 milhões para municípios do Meio-Oeste  - Foto: Divulgação / Casan

Segundo o diretor-presidente em exercício da Casan, Evandro André Martins, a empresa trabalha nas melhorias das redes de abastecimento, mas ainda assim é necessário contar com a colaboração da população neste período de verão. “As obras estruturantes que fazem parte do planejamento hídrico proposto pelo governador Carlos Moisés já estão em andamento. Mas nós contamos com a colaboração da população, para que se faça o uso consciente da água. Sabemos que o consumo aumenta no verão. Pedimos que não haja desperdício”, afirma Martins.

O secretário de Estado da Agricultura, Altair Silva, lembra que o Programa SC Mais Solo e Água já aplicou mais de R$ 100 milhões para reserva de água nas propriedades rurais catarinenses. “São poços artesianos, cisternas, açudes e outros reservatórios. Para 2022, já temos outros R$ 100 milhões reservados, mesma quantia para 2023. Com isso, o total investido vai chegar a R$ 300 milhões. Também adquirimos, por meio do Fundo do Desenvolvimento Rural, 126 equipamentos para transporte de água emergencial para as propriedades que precisam. Essa parceria dos órgãos do Governo do Estado tem por objetivo minimizar os efeitos da estiagem”, conta Silva.


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom 

No âmbito da Defesa Civil estadual, foram entregues mais de 800 kits de assistência humanitária para os municípios em 2021. Também foram distribuídos 829 reservatórios de água, entre eles 283 unidades de 5 mil litros, 197 unidades de 10 mil litros, 80 peças de 15 mil litros e outras 200 com capacidade para 20 mil litros. Ainda foram entregues 69 kits de água limpa.

:: Confira as ações da Casan nos municípios do Oeste:

Chapecó
Em Chapecó foi feita a limpeza mecanizada de pontos dentro da barragem do Engenho Braun, no Lajeado São José, principal manancial da cidade. Também foi reaberto o canal de entrada da barragem, com a utilização de draga. Ainda foram perfurados três novos poços, dos quais dois têm vazão suficiente para operação nos bairros Esplanada e EFAPI. Estão em fase de implantação novos reservatórios para os bairros Paraíso, Esplanada e EFAPI. Também está sendo feita a contratação de caminhão-pipa de água tratada para atendimento de emergências.

Catanduvas


Foto: Divulgação / Casan 

Foi realizada a limpeza da barragem de captação de água bruta para garantir a reserva de mais água. Outro trabalho, feito ao longo do ano, foi a substituição de redes antigas de abastecimento. Foram trocados 5.100 metros de tubulação, o que é muito importante para reduzir perdas e vazamentos de água.

Concórdia
A Adutora Portinari foi entregue em outubro, um reforço essencial para o Sistema de Abastecimento de Água do município. Com extensão de quase dois quilômetros, a nova rede de água tratada, associada a uma nova estação de recalque, trouxe mais segurança ao abastecimento de bairros como Portinari, Morro do Merlo, Bem Viver, Linhão São José, Frei Lency 1 e 2 e Loteamento Berbardi.Uma nova adutora e rede foram instaladas na Rua Paulo Secchi. E as ruas João Turminha, João Suzim, João Pravato, João José de Vargas e Alberto Nichelle receberam novas redes de abastecimento, em substituição às antigas tubulações. Em outra frente de trabalho, foi feito o desassoreamento e limpeza no ponto de captação de água no Rio Suruvi.

Formosa do Sul
Já foi feita a perfuração de um novo poço para a captação profunda de água, que agora está em fase de instalação da rede. Também será feita a contratação de caminhão-pipa de água bruta.

Guaraciaba
Está sendo contratado caminhão-pipa de água tratada e está em andamento o processo para perfuração e instalação de dois novos poços.

Iporã do Oeste
Está sendo feita a captação emergencial de água em córrego alternativo e foi perfurado um novo poço para reforçar o sistema de abastecimento.

Maravilha
Captação emergencial de água em córrego alternativo e está sendo adquirida uma bomba para o acionamento de um novo poço, o que irá ampliar a capacidade de captação. Também estão sendo adquiridas bombas para o poço já existente e uma bomba estacionária para captação superficial, além da contratação de caminhão pipa de água bruta.

São Miguel do Oeste
Foi realizada a limpeza da barragem de captação do Rio Cambuim, uma ação importante para o perfeito funcionamento do processo de captação da água que vai para o tratamento. Também foram perfurados dois novos poços para captação de água. A CASAN trabalha para a contratação de caminhão-pipa de água bruta e no aumento do volume de água captada no Rio das Flores, com a contratação de um gerador. O abastecimento é realizado com revezamento entre os bairros.

Seara
Caminhão-pipa é usado para fornecimento de água bruta e está sendo feita a contratação para a ampliação emergencial da barragem. Além disso, foi adquirida uma motobomba de alta performance para garantir melhores condições operacionais de eficiência ao poço profundo localizado no município.

Quilombo
Foram realizadas melhorias nas redes de abastecimento, além da duplicação da adutora de água tratada. As tubulações de mais de 3,6 quilômetros foram implantadas entre a Estação de Tratamento de Água (ETA) e o Cemitério, em um investimento de quase R$ 1,5 milhão.

União do Oeste
Será feita a perfuração e instalação de um novo poço.

Xaxim
Entre as ações está a captação emergencial em açude. O município contará também com três poços para a captação. Um poço já foi construído e será feita a locação do gerador. Os outros dois foram perfurados e estão em operação, aguardando somente a interligação da rede. O Sistema de Abastecimento também recebeu uma nova subestação elétrica junto à Estação de Tratamento de Água, trazendo maior segurança à operação.

Xanxerê
Foi feita a ampliação da adutora de água bruta do Sistema de Abastecimento de Água de Xanxerê, o que possibilitou um incremento de 10% na produção. Os mais de 2 mil metros de tubulação proporcionam maior vazão, ampliando o tratamento e o abastecimento de água para a população até que sejam finalizadas as obras do Sistema Integrado de Abastecimento do Rio Chapecozinho.

Última edição

Edição 1065

17/06/2021

Anúncios

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
+