Faturamento da Cooperoeste ultrapassa os R$ 600 milhões em 2021


Nos últimos três anos a movimentação financeira da cooperativa mais que dobrou

 

A Cooperativa Regional de Comercialização do Extremo Oeste (Cooperoeste) fechou 2021 com um faturamento de R$ 611 milhões. Isso é mais que o dobro do que a cooperativa faturou em 2019, quando  movimentou 269 milhões.

 

Para o presidente da Cooperativa, Sebastião Vilanova, os números refletem o aumento no volume de leite captado pela indústria e também a expansão dos negócios da Cooperoeste. “No ano passado industrializamos 177 milhões de litros de leite. Isso representa 50% a mais que em 2019. Conquistamos novos produtores e muitos associados também ampliaram a produção. Faz dois anos que estamos trabalhando com a indústria cheia,” destaca Sebastião.

 

A cooperativa também abriu três novas lojas agropecuárias no oeste. Uma em Abelardo Luz, outra em São José do Cedro e outra em São Lourenço do Oeste. “O nosso objetivo é ir além de comprar o leite que o associado produz. Temos uma fábrica de ração, temos técnicos e veterinários a campo, e estamos expandindo o número de agropecuárias para que o produtor tenha os insumos e equipamentos que necessita perto de casa, e com condições de pagamento facilitadas”, revela o presidente.

 

Criada há 25 anos, a Cooperoeste nasceu com o foco na comercialização dos produtos da reforma agrária. Hoje conta com inúmeros agricultores familiares de fora dos assentamentos. Atualmente, a Cooperativa coleta o leite em mais de 1.400 propriedades do oeste catarinense. 

 

Indústria sofre com o aumento dos custos de produção

Apesar de faturar mais, segundo Sebastião Vilanova, a Cooperoeste sofre com a redução na margem de lucro. “A nossa margem foi exprimida pelo aumento do combustível e demais insumos. Aumentamos o valor pago ao produtor, gastamos mais com transporte e a embalagem longa vida subiu 17%. E não há uma compensação do mercado. Trabalhamos no limite. E, às vezes, mesmo com mais volume, a sobra pequena. Por isso, também, a estratégia de diversificar as atividades da cooperativa para não depender só do leite.”

 

No sábado (26) foi realizada a Assembleia Geral da Cooperoeste. Além da aprovação das contas do exercício de 2021, foi   detalhado aos associados os planos e investimentos para 2022.  A meta da Cooperoeste este ano é ultrapassar os 200 milhões de litros de leite e faturar mais de 770 milhões com as diferentes atividades da cooperativa – um crescimento de aproximadamente 25% na movimentação financeira.

Última edição

Edição 1065

17/06/2021

Anúncios

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
+