SEMANA DA ENFERMAGEM INICIA COM AULA MAGNA SOBRE A PANDEMIA


esta semana acontece a Semana da Enfermagem, curso que iniciou na UCEFF Itapiranga neste ano de 2022 com a primeira turma de acadêmicos. Conforme a coordenadora, professora Débora Teichmann, este curso pautou-se para sua concepção, nas demandas e expectativas de desenvolvimento do setor da saúde da região oeste catarinense e noroeste do Rio Grande do Sul. “A UCEFF se propõe a construir novos referenciais e paradigmas nesta importante área, com o intuito de promover a saúde, o bem estar, atuando como agente de transformação social”.

 

O curso de Enfermagem foi desenvolvido com a intenção de formar profissionais especializados e comprometidos, cuja formação os habilite a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção, reabilitação da saúde, tanto a nível individual quanto coletiva. Além disso, propõe uma formação humanística voltada para o desenvolvimento das habilidades de comunicação e liderança, formando profissionais capazes de atuar em equipes, ou como empreendedores e gestores.

 

A professora Débora ainda enfatizou, durante mensagem de abertura, que dentro da área da saúde surgiu um novo termo que é humanescer. Significa fazer irradiar emoções de alegria do nosso coração. “O papel dos educadores, cuidadores e profissionais da saúde é criar condições adequadas para que as pessoas possam abrir seus corações para as alegrias da vida”. Ela também citou Carl Jung, com uma frase que deve nortear a rotina profissional dos profissionais da enfermagem: “conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana”.

 

Já a pró-reitora acadêmica, professora Alexandra Raffaelli, contou a trajetória de autorização e implantação do curso de Enfermagem na UCEFF Itapiranga, desde o sonho da coordenadora, a definição da matriz curricular, escolha dos professores, locais de estágio e espaços de extensão, a própria visita dos representantes do Ministério da Educação e a nota máxima (5) na avaliação, que coroou o trabalho em equipe e fez sentir ainda mais a corresponsabilidade com cada um dos futuros profissionais que aqui irão se formar. “A UCEFF se faz de pessoas, e dentro desse espaço tempo de aprendizagem, oferecemos uma educação comprometida com o ensino, com a pesquisa e a extensão. Este momento, professora Débora e demais professores e acadêmicos do curso de Enfermagem, foram não somente válidos, mas essenciais, tamanha necessidade de termos seres humanos, humanizados e com coragem de enfrentar qualquer momento, incluindo uma guerra de sentimentos que foi a pandemia, a coragem de auxiliar em bloco cirúrgico, de trazer ao mundo novas vidas e de devolver a dignidade a muitas outras pessoas”, destacou a pró-reitora. 

 

O primeiro dia do evento aconteceu a Aula Magna do curso com o tema “A Enfermagem no contexto da pandemia - que lições aprendemos?” abordado pela enfermeira Gabriela Zanatta Diel, especialista em terapia intensiva e que atua no Hospital Santo Antônio de Tenente Portela há seis anos. Logo após a palestra de abertura aconteceu a roda de conversas com foco nos impactos vividos seguida de reflexos pós-pandêmicos.

 

Já nesta quinta-feira (28) acontecem dois minicursos: Suporte Básico de Vida, com o enfermeiro Ronaldo Dimas Albarello, especialista em urgência, emergência e trauma e saúde mental; NR 36- Segurança do Paciente, com a enfermeira Simoní Engler, mestre em educação, especialista em urgência, emergência e trauma e especialista clínica em alta complexidade. 

 

E na sexta-feira (29) será o momento da apresentação dos trabalhos de iniciação científica, de forma oral com banca de avaliação. Estão inscritos 18 trabalhos, todos da área da saúde, a serem socializados pelos acadêmicos.

Última edição

Edição 1065

17/06/2021

Anúncios

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
+