Santa Helena prepara ‘Dia D’ contra a Dengue


O comitê contra a Dengue do Município de Santa Helena vai realizar o “Dia D” de ações para coibir o avanço da Dengue. O “Dia D” será em 02/10, sábado à tarde. Para organizar essa ação envolvendo a comunidade e as diversas entidades, o município de Santa Helena promoveu uma reunião na noite desta quarta-feira (08). A mesma teve como objetivo sensibilizar as lideranças e discutir as ações em toda a cidade. Segundo o Secretário de Saúde, Carlos Roberto Mello, é de conhecimento de todos que a cidade de Santa Helena está infestada pelo mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue. Os índices colocam Santa Helena em situação de Epidemia e com a mudança de estação e as temperaturas aumentando é fundamental a ação de todos contra o mosquito, que é muito prejudicial à saúde. Na reunião, a enfermeira Clarice Saurin falou do perigo para a saúde de toda população devido ao grande número de casos confirmados e do mosquito transmissor estar presente. “Nós temos o vetor e agora ele está infectado, contaminado. Nós precisamos agir imediatamente para evitar que tenhamos sérios problemas relacionados à saúde pública”, alerta a profissional. O Secretário de Saúde fez referência a situação do elevado número de casos e focos. Santa Helen possui quatro focos positivados para Dengue, são seis pontos estratégicos e sete armadilhas para o mosquito. Em percentual de habitantes, Santa Helena ocupa o 2º lugar no Estado em relação ao número de casos. “A Dengue é um problema do poder público? É. Mas, é também de toda a comunidade. Ela não escolhe raça, religião ou condição social. Ela é um problema de todos nós”, afirma. O Prefeito Blásio Hickmann também participou da reunião e destacou as ações que o município já fez para conter o avanço da proliferação do mosquito. Hickmann destaca que a coordenação da Dengue, o agente de endemias e as agentes de saúde tem desempenhado um papel fundamental até aqui. O “Dia D” consiste num mutirão que convoca todos os moradores para uma limpeza geral em seus terrenos. Voluntários de diversas entidades e servidores públicos farão o trabalho de recolher lixo nas ruas, terrenos baldios e junto a SC 496. O Batalhão Corpo de Bombeiros de Iporã do Oeste também vai reforçar a ação. As equipes serão divididas e atuarão por setores da cidade, ruas e bairros. A prefeitura fará o suporte e vai viabilizar a estrutura necessária para os participantes do “Dia D”. Voluntários que desejam fazer parte das ações podem se dirigir à Secretaria de Saúde ou contatar o Agente de Endemias Joel de Godois.

Última edição

Edição 1065

17/06/2021

Anúncios

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
+